Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DANIELSON CORREA LEITE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELSON CORREA LEITE
DATA: 08/08/2017
HORA: 10:30
LOCAL: Auditório do Instituto de Ciências Socias Aplicadas
TÍTULO:

PROCESSOS DE TRABALHO NA COMUNIDADE RIBEIRINHA SANTO EZEQUIEL MORENO, GLEBA ACUTIPEREIRA/PORTEL-PA.


PALAVRAS-CHAVES:

Processos de trabalho; Resistência; Território; Comunidades Tradicionais; Santo Ezequiel Moreno.


PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
SUBÁREA: Serviço Social Aplicado
RESUMO:

As relações de trabalho na Amazônia são determinadas pela inserção subordinada da região na ordem econômica mundial e pelos processos de trabalho arcaicos que expressam valores e crenças construídas secularmente. Processos de trabalho tradicionais, em que há apropriação coletiva da produção, convivem em tensão com processos de trabalho sustentados na exploração do homem pelo homem. Os processos de trabalho realizados pelos ribeirinhos se destacam como alternativa frente à expansão do capital que tenta, a todo custo, avançar sobre territórios que ainda não estão sob seu comando. A Amazônia é palco privilegiado para observar a convivência de formas arcaicas e modernas de manutenção da vida, apreender os processos de exploração das capacidades de trabalho ou de desenvolvimento autônomas dessas capacidades, bem como apreender processos de exploração sustentável ou predatória da natureza. Pretende-se nesta pesquisa, então, apreender como o trabalho de povos e comunidades tradicionais é afetado pelas transformações societárias na predominância do capital financeiro-rentista. Para isso, tomaremos como referência empírica as mudanças das relações de trabalho a partir da década de 1980 ocorridas e vivenciadas pelos moradores da Comunidade Santo Ezequiel Moreno, localizada no município de Portel na Amazônia Marajoara. Entender como se organizam as relações de trabalho nas diferentes fases de exploração dos recursos naturais na comunidade, identificando as estratégias acionadas pelos moradores para reprodução social do grupo e compreender a dinâmica da organização das atividades de trabalho e as práticas sociais tradicionais da comunidade são elementos que escolhemos como objetivos específicos. O estudo de caso, como técnica apropriada neste projeto de pesquisa, objetiva aprofundar nossas reflexões diante do problema que nos confronta. Pela técnica de estudo de caso vamos coletar dados (informações, observações, entrevistas) da realidade empírica do nosso objeto. Neste caso, vamos investigar acontecimentos contemporâneos em oposição a acontecimentos históricos em que agentes sociais são os porta-vozes desses acontecimentos. Também nesta pesquisa propomos tratar as técnicas de história de vida e entrevista como uma unidade diversa. No processo de ida a campo a entrevista e a história de vida são mediadas pelas relações sociais presentes na comunidade; elas podem ser determinantes pelo ingresso das possibilidades de “extrair”, dos informantes selecionados, as relações de trabalho da Comunidade Santo Ezequiel Moreno, no passado e no presente.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DALVA MARIA DA MOTA
Presidente - 2434396 - SOLANGE MARIA GAYOSO DA COSTA
Interno - 2185200 - VERA LUCIA BATISTA GOMES
Notícia cadastrada em: 07/08/2017 10:12
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2