Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: IVANNA DA SILVA NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IVANNA DA SILVA NASCIMENTO
DATA: 25/05/2022
HORA: 16:00
LOCAL: Sala Multimeios FAAD
TÍTULO:

AÇÕES AFIRMATIVAS: uma análise voltada à permanência de estudantes negros e negras na Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.


PALAVRAS-CHAVES:
Ações afirmativas, política de permanência, UFRA.
 

PÁGINAS: 61
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
SUBÁREA: Serviço Social Aplicado
RESUMO:

O presente projeto de qualificação propõe um estudo objetivando: Analisar se as ações afirmativas voltadas a permanência de estudantes negras e negros desenvolvidas na UFRA atendem aos objetivos do Programa Nacional de Assistência estudantil - PNAES referente ao período de 2017 a 2021. Os objetivos específicos são: mapear as ações afirmativas que possam contribuir para a permanência de estudantes negras e negros; analisar os índices de evasão, retenção, trancamento e conclusão em tempo hábil dos estudantes negras e negros atendidos/assistidos pelas ações afirmativas e identificar junto aos estudantes como as ações afirmativas desenvolvidas pela UFRA contribuem para sua permanência. No intuito de alcançar os objetivos propostos, o presente estudo será desenvolvido com base no método da teoria social crítica, tendo como procedimentos metodológicos: o levantamento bibliográfico, a pesquisa documental e de campo. Trata-se de uma pesquisa com enfoque qualitativo e quantitativo. O levantamento bibliográfico terá como fonte as produções de autores de referência acerca do objeto de estudo. A pesquisa documental compreenderá a realização de consulta e análise de documentos institucionais. A pesquisa de campo será realizada por meio de entrevistas com a gestão e técnicos da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PROAES/UFRA, assim como pela aplicação de questionário a ser enviado pelo google forms para os discentes autodeclarados negras e negros atendidos pelo PNAES na UFRA. A partir das observações empíricas da pesquisadora na condição de técnica da PROAES, e também das análises teóricas realizadas ao longo do projeto, observou-se a necessidade de problematizar a respeito das condições de permanência de discentes negras e negros na UFRA tendo em vista que houve aumento expressivo de discentes pretos e pardos na instituições públicas federais a partir da Lei de Cotas instiuida no ano de 2012. Ademais, em
2022 a referida lei completa 10 anos fazendo-se necessário ampliar a discussão que antes era sobre o ingresso, agora para a permanência destes discentes.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1152642 - MARIA ANTONIA CARDOSO NASCIMENTO
Externo à Instituição - MARIA DO PERPETUO SOCORRO RODRIGUES CHAVES
Presidente - 2275775 - WELSON DE SOUSA CARDOSO
Notícia cadastrada em: 23/05/2022 10:53
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - castanha.ufpa.br.castanha2