News

Banca de DEFESA: MARCOS LUIS PEREIRA FONSECA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCOS LUIS PEREIRA FONSECA
DATA: 20/12/2021
HORA: 09:30
LOCAL: Pela plataforma google meet.
TÍTULO:

 

 

O projovem urbano no contexto das políticas educacionais: O percurso formativo para a inclusão e a qualificação profissional, na experiência de gestão  em Cametá/pa

 

 


PALAVRAS-CHAVES:

 

 

 

EJA. Juventude. ProJovem Urbano. Qualificação Profissional, Inclusão.


PÁGINAS: 140
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Administração Educacional
ESPECIALIDADE: Administração de Sistemas Educacionais
RESUMO:

O texto apresenta resultados, ainda, preliminares da pesquisa de Mestrado que analisa o ProJovem Urbano na experiência do Município de Cametá/PA no contexto das políticas educacionais, O objetivo da pesquisa foi analisar o Programa Nacional de Inclusão de Jovens: Educação, Qualificação Profissional e Ação Comunitária (ProJovem) na perspectiva do ProJovem Urbano, tendo em vista a relação existente entre as diretrizes e princípios de inclusão e de qualificação profissional através do Programa a partir da proposta pedagógica que orientou a experiência no munício de Cametá/PA nas edições 2012, 2013 e 2014.  Como questão/problema, temos: Quais as evidências de materialidade dos pressupostos formativos no tocante à inclusão e a qualificação profissional que o ProJovem Urbano apresenta nas suas diretrizes e princípios segundo a proposta pedagógica da experiência do município de Cametá, turmas 2012, 2013 e 2014? Para analisar a dimensão qualificação profissional é necessário discutir a categoria trabalho por entendermos que existe uma relação fundante entre formação e trabalho ou educação e trabalho. Dentre os principais autores que fundamentam a presente pesquisa, destacam-se Arretche (2001), Cassini (2011), Araújo (2012), Rodrigues (2012), Silva (2012), Abrúcio (2005), Frigotto (2003), Araújo e Lima (2014), dentre outros.   Metodologicamente a pesquisa utiliza-se de uma revisão da literatura sobre o tema, de questionário e entrevistas semiestruturada como técnicas de levantamento de dados e de análise documental para o tratamento de documentos de normatização do objeto. A entrevista será aplicada aos sujeitos gestores, professores formadores e egressos das turmas das edições da experiência em Cametá. O questionário será aplicado aos alunos egressos.  Procura-se ter como referencial de analise os pressupostos do método marxista – materialismo histórico e dialético -,  em vista de que as políticas sociais apresentam determinações econômicas, sociais e políticas com marcas das ideologias do sistema de produção capitalista que implicitamente define valores que devem ser explicitados por uma visão de totalidade do estudo do objeto, por posições de mediações entre os fatores que o determinam e por uma discussão que considere a historicidade do fenômeno e o seu movimento contraditório inerente ao mesmo sistema. Tomamos como campo empírico a Secretaria Municipal de Educação de Cametá – SEMED-Cametá, mas com amostragem de dados das escolas municipais onde as turmas de ProJovem funcionaram das edições. Os entrevistados sujeitos envolvidos no processo pedagógico e de gestão do programa tais como professores formadores, Técnicos de Projetos da SEMED e o gestor municipal do período de vigência das edições supra. Os documentos que analisamos além dos que tratam de orientação mais geral sobre a gestão da educação tais como a Constituição Federal de 1988, o Plano Nacional de Educação (PNE), Lei 13.005/2014 e a LDB 9.394/96 foram os seguintes:  Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação (Decreto 6.094/2007), a Lei n° 11.129/2005 e o Decreto n° 5.557/2005 que institui a implantação do ProJovem no Brasil, entre outros documentos que normatizam a política de educação de Jovens e Adultos.  A pesquisa permitiu, até o momento, identificar que o ProJovem Urbano é um programa muito importante para a classe trabalhadora por permitir o acesso a escolarização, apresentando sob novo olhar enquanto possibilidade de ampliar o universo cultural aliado à formação, compreendendo estratégias que tende a atender as necessidades principais do educando, inclusive com apoio financeiro. Ademais, o ProJovem Urbano se apresenta com nova concepção da educação de Jovens e Adultos porque consta formalmente de elementos importantes do processo formativa, tais como inclusão social, cidadania e qualificação profissional. Todavia, a materialidade desse projeto precisa ser problematizado por ser parte integrante de uma conjuntura onde a gestão passa a ser focada nos resultados e com uma visão produtivista do universo educacional.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2321894 - DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES
Interno - 1885506 - EGIDIO MARTINS
Externo ao Programa - 3357780 - MARIA EDILENE DA SILVA RIBEIRO
Notícia cadastrada em: 22/11/2021 10:39
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2