News

Banca de QUALIFICAÇÃO: ROSANA MALATO DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROSANA MALATO DE SOUZA
DATA: 19/08/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Campus Universitário de Cametá
TÍTULO:

Trabalho e Educação: o trabalho educativo dos(as) pedagogo

Esta pesquisa é um estudo sobre Trabalho e Educação: O trabalho educativo dos(as) Pedagogos(as) na Assistência Social. Busca investigar o trabalho educativo do pedagogo na educação social, especificamente nos serviços socioassistenciais do SUAS, analisando como acontecer o seu fazer pedagógico no serviço social, os resultados que suas ações educativas contribuem nos serviços, projetos e programas sociais, bem como as dificuldades que enfrenta no exercício da profissão. A discussão da pedagogia social estrutura-se enquanto área de conhecimento, abrangendo conceito, origens, fundamentos para compreender como se constituem o trabalho do pedagogo; debate sobre a sociedade brasileira nos aspectos da formação e divisão de classes sociais, como o Estado se organizar para manter o controle social por meio das políticas sociais no qual a educação assume o compromisso de minimização das desigualdades e exclusão e promover a emancipação do cidadão no qual o pedagogo assume esse papel de contribui nas transformações sociais por meio de sua ação educativa; e discute o trabalho educativo do pedagogo na área social, suas intervenções pedagógicas nas unidades CRAS e CREAS especificamente nos serviços socioassistenciais de modo a contribui na educação de indivíduos e suas famílias para prevenção e superação dos problemas sociais, bem como os fatores e os problemas que interfere no exercício da profissão no desenvolvimento de um trabalho com qualidade. A escolha do tema ocorreu pelo fato de estar atuando na área como profissional, exercendo a profissão de pedagoga na Assistência Social de Melgaço/PA. A pesquisa tem como problema o seguinte questionamento: o trabalho educativo do pedagogo na educação social precisamente nos serviços socioassistenciais tem sido uma ação-intervenção na minimização e superação de situação de vulnerabilidade e riscos sociais envolvendo indivíduos ou grupos, dando oportunidade de acesso aos direitos humanos, contribuindo na formação e emancipação dos sujeitos? Este estudo possibilita ampliar os conhecimentos sobre a prática educativa do pedagogo na educação social, permitindo uma reflexão crítica do seu papel na integração das políticas socioassistenciais. Quanto ao referencial teórico, a pesquisa utilizou os estudos de: Machado (2010); Soriano (2006); Silva (2016); Almeida (2009); Paludo (2019); Santos (1999); Barros (2006); Ciavalta (2015); Campos (2018); Carvalho (2017); Oliveira (2017); Santana (2012) e outros. Com relação à metodologia, é um estudo a partir de uma abordagem qualitativa, na modalidade de estudo de caso com pesquisa bibliográfica e de campo com fins de investigamos de forma crítica o fenômeno estudado. Os instrumentos utilizados na coleta de dados foram entrevistas com sujeitos da pesquisa com perguntas abertas, os quais foram essenciais para trazer informação e discussão para este trabalho.

(as) na Assistência Social em Melgaço/PA


PALAVRAS-CHAVES:

Pedagogia Social. Educação. Pedagogo. Trabalho.


PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Fundamentos da Educação
ESPECIALIDADE: Sociologia da Educação
RESUMO:

Esta pesquisa é um estudo sobre Trabalho e Educação: O trabalho educativo dos(as) Pedagogos(as) na Assistência Social. Busca investigar o trabalho educativo do pedagogo na educação social, especificamente nos serviços socioassistenciais do SUAS, analisando como acontecer o seu fazer pedagógico no serviço social, os resultados que suas ações educativas contribuem nos serviços, projetos e programas sociais, bem como as dificuldades que enfrenta no exercício da profissão. A discussão da pedagogia social estrutura-se enquanto área de conhecimento, abrangendo conceito, origens, fundamentos para compreender como se constituem o trabalho do pedagogo; debate sobre a sociedade brasileira nos aspectos da formação e divisão de classes sociais, como o Estado se organizar para manter o controle social por meio das políticas sociais no qual a educação assume o compromisso de minimização das desigualdades e exclusão e promover a emancipação do cidadão no qual o pedagogo assume esse papel de contribui nas transformações sociais por meio de sua ação educativa; e discute o trabalho educativo do pedagogo na área social, suas intervenções pedagógicas nas unidades CRAS e CREAS especificamente nos serviços socioassistenciais de modo a contribui na educação de indivíduos e suas famílias para prevenção e superação dos problemas sociais, bem como os fatores e os problemas que interfere no exercício da profissão no desenvolvimento de um trabalho com qualidade. A escolha do tema ocorreu pelo fato de estar atuando na área como profissional, exercendo a profissão de pedagoga na Assistência Social de Melgaço/PA. A pesquisa tem como problema o seguinte questionamento: o trabalho educativo do pedagogo na educação social precisamente nos serviços socioassistenciais tem sido uma ação-intervenção na minimização e superação de situação de vulnerabilidade e riscos sociais envolvendo indivíduos ou grupos, dando oportunidade de acesso aos direitos humanos, contribuindo na formação e emancipação dos sujeitos? Este estudo possibilita ampliar os conhecimentos sobre a prática educativa do pedagogo na educação social, permitindo uma reflexão crítica do seu papel na integração das políticas socioassistenciais. Quanto ao referencial teórico, a pesquisa utilizou os estudos de: Machado (2010); Soriano (2006); Silva (2016); Almeida (2009); Paludo (2019); Santos (1999); Barros (2006); Ciavalta (2015); Campos (2018); Carvalho (2017); Oliveira (2017); Santana (2012) e outros. Com relação à metodologia, é um estudo a partir de uma abordagem qualitativa, na modalidade de estudo de caso com pesquisa bibliográfica e de campo com fins de investigamos de forma crítica o fenômeno estudado. Os instrumentos utilizados na coleta de dados foram entrevistas com sujeitos da pesquisa com perguntas abertas, os quais foram essenciais para trazer informação e discussão para este trabalho.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2181917 - RAIMUNDO NONATO DE OLIVEIRA FALABELO
Interno - 1808826 - ARIEL FELDMAN
Interno - 2321894 - DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES
Externo ao Programa - 2278773 - WALDIR FERREIRA DE ABREU
Notícia cadastrada em: 12/08/2021 18:31
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba1