News

Banca de DEFESA: ROSILENE FERREIRA DE ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROSILENE FERREIRA DE ALMEIDA
DATA: 27/08/2021
HORA: 15:00
LOCAL: Sala virtual: meet.google.com/xnh-yfgj-nia
TÍTULO:

A PRÁTICA PEDAGÓGICA NOS PROCESSOS FORMATIVOS DOS ALUNOS DO SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO MODULAR DE ENSINO (SOME) NA LOCALIDADE DE PARURU DE BAIXO NO MUNICÍPIO DE CAMETÁ/PA


PALAVRAS-CHAVES:

Práticas pedagógicas. SOME. Processos formativos. Ensino Médio.
ENEM.


PÁGINAS: 151
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Planejamento e Avaliação Educacional
ESPECIALIDADE: Planejamento Educacional
RESUMO:

O presente trabalho tem como objeto de estudo as práticas pedagógicas dos professores
que atuam no ensino médio modular na localidade de Paruru de Baixo, comunidade
ribeirinha situada no município de Cametá, estado do Pará. O estudo está ancorado em
uma abordagem qualitativa do tipo estudo de caso, com os seguintes procedimentos
metodológicos: pesquisa bibliográfica, análise documental e entrevista semiestruturada
com oito sujeitos envolvidos com os processos educacionais no sistema modular de
ensino, sendo estes quatro professores atuantes no SOME, dois alunos egressos, um
representante da comunidade e uma coordenadora pedagógica responsável pelo SOME
no município de Cametá. Tem como objetivo geral: analisar as contribuições das
práticas pedagógicas dos docentes do SOME nos processos formativos dos estudantes
atendidos na escola de Paruru de Baixo. Para isso, analisamos as práticas pedagógicas
por meio da análise de conteúdo, a partir das seguintes categorias analíticas:
planejamento de ensino, objetivos de ensino, conteúdos de ensino, métodos de ensino e
relação escola-comunidade. A partir das análises, identificamos que as práticas
pedagógicas dos professores do SOME, em particular na localidade de Paruru de Baixo,
não vêm contribuído de forma efetiva para os processos formativos dos alunos, uma vez
que priorizado a preparação para o ENEM, objetivando prioritariamente o acesso à
universidade em detrimento de uma formação mais ampla e integrada à suas realidades.
Podemos dizer que, ideologicamente, o ensino médio vem sendo marcado pela busca da
eficiência e eficácia, de modo que o ENEM passa a ser uma forma de avaliar se essa
finalidade está sendo alcançada, além de institucionalizar as condições limitadas de
acesso ao ensino superior. Pragmaticamente, as falas dos entrevistados nos revelaram
ainda que tais práticas têm contribuído de forma positiva no que tange à preparação dos
alunos para fazer o ENEM. Por conseguinte, emergiram elementos que apontam que
apesar dos desafios, o SOME vem se apresentando como uma importante política
pública, pois é visto como única alternativa de os alunos terem acesso ao ensino médio
em seu lugar de origem, próximo a seu trabalho, sua família e seus amigos, isso porque ,
contribui de uma forma mais elaborada e sistemática na realidade de suas comunidades
e de suas vidas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1269545 - JOAO PAULO DA CONCEICAO ALVES
Interno - 2321894 - DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES
Interno - 3425816 - JOAO BATISTA DO CARMO SILVA
Externo ao Programa - 2190538 - JOSE BITTENCOURT DA SILVA
Notícia cadastrada em: 30/07/2021 16:14
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - castanha.ufpa.br.castanha2