News

Banca de QUALIFICAÇÃO: RUI GUILHERME MANGAS DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RUI GUILHERME MANGAS DE SOUZA
DATA: 28/01/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Campus UFPA Cametá
TÍTULO:

HERMENÊUTICA E FORMAÇÃO (BILDUNG): UM OLHAR SOBRE O CONCEITO DE FORMAÇÃO CONTEMPORÂNEA, SOB A PERSPECTIVA DA HERMENÊUTICA FILOSÓFICA DE HANS-GEORG-GADAMER


PALAVRAS-CHAVES:

Educação. Filosofia. Hermenêutica.


PÁGINAS: 32
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Fundamentos da Educação
ESPECIALIDADE: Filosofia da Educação
RESUMO:

Este trabalho tem como propósito refletir sobre o conceito de formação (Bildung), tendo como pano de fundo a hermenêutica filosófica de Hans-Georg-Gadamer. Parte da premissa de que historicamente privilegiou-se como critério e metodologia para alcançar a verdade o conceito de índole dedutivo-matemático e apriorístico, que tem na objetividade seu fundamento para alcançar um conhecimento e um saber que desconsidera a história, o contexto social e a diversidade cultural. Nesta pesquisa, submete-se de forma crítica este paradigma epistemológico, considerando a proposta hermenêutica, que tem na finitude ontológica e na interpretação baseada na abertura e no diálogo com a tradição, a possibilidade de novas significações, da fusão entre passado e presente, de diferentes possibilidades interpretativas. A proposta hermenêutica vislumbra a linguagem de forma não instrumental, e tem como consequência um tipo de formação educacional pluralista, no sentido de não seguir uma única dimensão metodológica. O modelo atual de formação, que privilegia a adequação do indivíduo à lógica do mercado, é fruto desta orientação filosófica reducionista, exclusivista, orientada pelo critério de uma consciência determinista subjetiva. A conclusão é de que uma formação orientada pela visão interpretativa da hermenêutica filosófica, possibilita, além de uma crítica desconstrutiva do modelo de formação do iluminismo, novas possibilidades educacionais, que consideram a formação para além da adequação ao sistema atual, que privilegia um indivíduo acrítico e especialista, alienado de sua própria autonomia formativa e com o mundo. A hermenêutica pode servir de base para novas concepções pedagógicas baseadas na intersubjetividade, no diálogo com a diferença, no compromisso ético com o outro e voltadas para uma formação mais integral e humana.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2353907 - CEZAR LUIS SEIBT
Interno - 2299112 - JOSE VALDINEI ALBUQUERQUE MIRANDA
Externo à Instituição - ROGÉRIO JOSÉ SCHUCK
Notícia cadastrada em: 30/12/2020 10:23
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - morango.ufpa.br.morango2