News

Banca de DEFESA: FERNANDA NILVEA POMPEU VARELA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA NILVEA POMPEU VARELA
DATA: 21/12/2020
HORA: 15:00
LOCAL: PPGEDUC/Campus Universitário do Tocantins/ UFPA-Cametá
TÍTULO:

"UMA FESTA DE PRETOS”: ECOS DE RESISTÊNCIAS E PODER NO CULTO A SÃO BENEDITO EM CARAPAJÓ/CAMETÁ-PARÁ


PALAVRAS-CHAVES:

PALAVRAS-CHAVE: Festa. São Benedito. Cultura. Poder. Identidade.


PÁGINAS: 156
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
ESPECIALIDADE: Educação Rural
RESUMO:

O trabalho analisa os discursos produzidos no entorno da Festividade de São Benedito, na Vila de Carapajó, Cametá/PA, interpretando as práticas culturais que vem continuamente sendo (re) significadas. Assim, nas vivências e experiências cotidianas dos sujeitos sociais busca-se compreender como a festa, sobretudo para o negro, transformou-se num espaço discursivo, de sociabilidade, lazer, autoafirmação identitária e resistência. Metodologicamente realiza-se um levantamento bibliográfico de cunho qualitativo, no qual dialoga-se teoricamente com obras de autores, que contribuíram na construção do presente estudo, entre os quais destaca-se: Bakhtin (1993); Brandão (2002); Chauí (1993); Domingues (2007); Neto (2007); Pinto (2007); Portelli ( 1997 e 2007), Del Priori (1994); Quinjano (2005); Santos (2007); Brandão ( 2002 e 2007); Foucault (1989); Hall (2008); Orlandi (1995,1993,1999); Ribeiro Jr (1982). Acrescida de pesquisa de campo, mediante observação e realização de entrevistas com diferentes segmentos que estão no festejo a São Benedito, considerando suas relações sociais, de trabalho, com a história, cultura e tradição dentro festa. A partir disso, firma-se o entendimento que a cultura não pode ser vista como algo inerte ou homogêneo, esta será sempre atravessada por inúmeros conflitos, por diálogos, embates e enlaces na disputa pelo poder. Ao mesmo tempo, a tradição, ou seja, o que esteve presente na festa outrora, passou por ressignificações e culminou na maneira como vemos e compreendemos o culto a São Benedito na atualidade. Trago então, a festa não como uma forma linear de cultura, mas como uma prática que se dá no movimento. Por ser densa, representa disputas, encena conflitos que se fazem ou se valem de diversas estratégias que percorrem sua historicidade dessa forma ressignificando-se até que chegasse ao seu formato atual.

 

PALAVRAS-CHAVE: Festa. São Benedito. Cultura. Poder. Identidade.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2524613 - BENEDITA CELESTE DE MORAES PINTO
Interno - 159.587.918-85 - ANDREA SILVA DOMINGUES - UFPA
Interno - 2321894 - DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES
Externo ao Programa - 1354943 - FLAVIO BEZERRA BARROS
Externo ao Programa - 263.026.912-49 - MARA RITA DUARTE DE OLIVEIRA - UFC
Notícia cadastrada em: 04/12/2020 16:51
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2