News

Banca de DEFESA: BRUNO DA SILVA VIANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO DA SILVA VIANA
DATA: 14/09/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Campus de Cametá, Webconferência
TÍTULO:

EXPERIMENTAÇÕES POÉTICAS COM LEMINSKI: Ecos de uma arte-poesia marginal na educação.


PALAVRAS-CHAVES:

Educação. Experimentações poéticas. Paulo Leminski. Poesia marginal.


PÁGINAS: 105
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
ESPECIALIDADE: Educação Permanente
RESUMO:

Esta pesquisa impulsionada pelas vibrações da poesia marginal de Paulo Leminski movimenta a experimentação de um corpo performático rumo a caminhos indeterminados na educação. A poesia marginal brasileira da década de setenta é uma dessas reverberações que ecoam em nosso meio nos registros de uma escrita inventiva, interventiva e de contravenção, alterando a lógica da relação com a palavra no mundo. Sua criação poética urge ecoar com mais vigor nos espaços educativos, Leminski poeta marginal desta geração junto com um bando de tantos outros poetas marginais saem dos seus becos clandestinos sem perder a embriagues da margem e impulsionam um modo poético de existir, pensar e viver. Seduzidos por suas poesias nos propomos a pensar-experimentar o corpo e a palavra poética como potências performáticas de criação e rebeldia na educação, com isso, nos questionamos: Que instantes de sensações e aprendizagens as experimentações poéticas marginais de Leminski provocam na educação? Que ressonâncias artísticas e educativas a poesia marginal produz em seus leitores? Que potências educativas são mobilizadas numa experimentação poética marginal com os alunos/as? Que processos de criação e aprendizagem são disparados numa experimentação poética marginal na educação? Neste universo de interrogações nos arriscamos a pensar-experimentar a poesia marginal de Leminski como elemento de transgressão de uma língua normativa e uma pedagogia normalizadora de corpos. Como procedimento teórico-metodológico o trabalho segue as pistas de um itinerário cartográfico, com imersão nas obras do poeta Paulo Leminski (1983, 1987, 2013), em diálogo com o conceito de performance Cohen (2002) Zumthor (2007), articulados a perspectiva de multiplicidade e experimentação presentes na filosofia de Deleuze (2017) e Deleuze e Guattari (1995). A experimentação poética do corpo e palavra nos espaços educativos conduziu a pesquisa a imersão na intensidade da arte-poética marginal, onde disparos de pensamentos foram produzidos no acontecer do encontro da educação com palavra poética marginal. A conexão construída entre arte, poesia e educação, se mostrou como um caminho instigante a percorrer nas pesquisas em educação, suas ressonâncias foram vivenciadas e sentidas nas práticas educativas como um campo de experimentação aberto à criação da arte-poética na educação.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2353907 - CEZAR LUIS SEIBT
Interno - 2298298 - GILCILENE DIAS DA COSTA
Presidente - 2299112 - JOSE VALDINEI ALBUQUERQUE MIRANDA
Externo à Instituição - RAIMUNDO NONATO ASSUNÇÃO VIANA
Notícia cadastrada em: 09/09/2020 13:15
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - morango.ufpa.br.morango2