News

Banca de DEFESA: IEDA DE FATIMA PINTO BARRADAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IEDA DE FATIMA PINTO BARRADAS
DATA: 22/07/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Video Conferência
TÍTULO:

PROGRAMA ESCOLA ATIVA: Um estudo sobre a prática docente nas turmas multisseriadas no município de Mocajuba/PA


PALAVRAS-CHAVES:

Educação do Campo. Formação docente. Prática docente. Programa Escola Ativa.


PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
ESPECIALIDADE: Educação Rural
RESUMO:

Com o objetivo de compreender, a partir da formação continuada, se os professores desenvolvem atividades docentes, no cotidiano da sala de aula, que valorizam a cultura e os modos de vida dos alunos do campo. Pretende, igualmente, responder à seguinte pergunta de pesquisa: “Qual a contribuição da Formação Continuada oferecida pelo Programa Escola Ativa para a prática docente nas escolas multisseriadas no município de Mocajuba/PA? ”; e, de que forma essa formação possibilitou a ressignificação das práticas docentes, da atuação desses professores na sala de aula junto a seus educandos, numa perspectiva de valorização da cultura, modos de vida e saberes dos alunos e da própria comunidade camponesa? Para a efetivação desta investigação, buscamos nos fundamentar, teoricamente, nos estudos e pesquisas dos estudiosos que tratam acerca de educação do campo, prática docente e formação docente, como: Freire (2018), Tardif (2002), Lima (2003), Hage (2006), Caldart (2008) e Santos (2014). Utilizamos o aporte metodológico de Yin (2005), André (2008), Lüdke e André (1986), Minayo (2001) e Triviños (1987). Por meio do Estudo de Caso e alguns elementos da etnografia, procuramos aprofundar a compreensão da prática docente diferenciada de duas professoras, possibilitando o contato direto do pesquisador com o cotidiano escolar. Também efetuamos a pesquisa de campo nas escolas situadas na área rural do município de Mocajuba, Santa Luzia do Siloé e Professora Raimunda Maria Leão, assim como a realização da observação e a entrevista semiestruturada e técnicas de coleta de dados. Analisamos dois documentos oficiais do MEC, o projeto base do Programa Escola Ativa e a Resolução nº 1 do CNE/CEB/2002 para o aprofundamento sobre a prática docente. Os resultados da pesquisa apontaram que apesar do PEA ter passado por reestruturação e mudanças nos aspectos institucional e pedagógico, no cotidiano escolar não expôs contribuições significativas para a prática docente, uma vez que professores e alunos não tiveram acesso aos materiais do Programa, reformulados com base na Política Nacional de Educação do Campo. Além disso, a formação continuada dos professores foi frágil e apresentou descontinuidade por falta de recursos financeiros e estruturais da Secretaria Municipal de Educação. Percebemos certa resistência ao livro didático por parte das professoras, devido ser descontextualizado das reais necessidades das turmas multisseriadas, levando-as a adequar os conteúdos curriculares do PEA à cultura e modos de vida dos alunos do campo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 263.026.912-49 - MARA RITA DUARTE DE OLIVEIRA - UFC
Interno - 1769360 - MARIA SUELI CORREA DOS PRAZERES
Externo ao Programa - 2153593 - AFONSO WELLITON DE SOUSA NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 06/07/2020 11:01
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2