News

Banca de DEFESA: SIRLANE DE JESUS DAMASCENO RAMOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SIRLANE DE JESUS DAMASCENO RAMOS
DATA: 30/04/2019
HORA: 15:00
LOCAL: sala 004 - PPGEDUC-CUNTINS
TÍTULO:

CRIANÇA E SUBJETIVIDADE: Um estudo na perspectiva de L. S. VIGOTSKI


PALAVRAS-CHAVES:

Vigotski. Criança. Linguagem. Relações de conhecimento. Subjetividade.


PÁGINAS: 144
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
RESUMO:

O estudo tem como foco analisar a prática educativa, procurando evidências de como o conhecimento escolarizado provoca mudanças qualitativas na subjetividade da criança em sala de aula, haja vista que a escola tem, na sociedade contemporânea, o papel de contribuir para a formação social, afetiva e intelectual de seus alunos, à medida que oportuniza acesso sistemático aos conhecimentos científicos. Os escritos de L. S. Vigotski subsidiaram teoricamente esta investigação e, no envolvimento com a literatura, procuramos aprofundar as análises, mostrando no decorrer da discussão a presença de uma ideia de subjetividade e constituição do sujeito. E, como natureza da pesquisa, privilegiamos a abordagem qualitativa do tipo etnográfica, elegendo como técnica de coleta, análise e interpretação dos dados, a observação, a entrevista não dirigida, o registro em diário de campo e a narrativa de episódios. Dessa forma, priorizamos as dinâmicas interativas das relações entre alunos e professora produzidas em sala de aula, dirigindo nossa atenção para os movimentos que se realizam naquele contexto, a prática de ensino, a linguagem, as expressões, as emoções e os comportamentos, entre outros, buscando, com esses subsídios, apreender indícios de processos de subjetivação a partir da mediação do conhecimento, como também os sentidos produzidos pelas crianças nessa relação. Os resultados evidenciam a necessidade de a escola assegurar à criança uma relação afetiva e satisfatória com os conceitos científicos, por meio de processos de ensino organizados, sistemáticos, pois é isso que significa a aprendizagem da criança. É o que a leva a vivenciar, a reconhecer e a se apropriar do conhecimento e produzir sentidos sobre eles, a regular suas emoções e comportamentos, e a desenvolver sua subjetividade.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2321894 - DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES
Interno - 2298298 - GILCILENE DIAS DA COSTA
Externo à Instituição - MARIA DAS GRAÇAS DA SILVA
Presidente - 2181917 - RAIMUNDO NONATO DE OLIVEIRA FALABELO
Notícia cadastrada em: 24/04/2019 11:40
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - morango.ufpa.br.morango2