News

Banca de DEFESA: DIVINO ROGÉRIO CARDOSO SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DIVINO ROGÉRIO CARDOSO SILVA
DATA: 20/08/2018
HORA: 10:30
LOCAL: Campus Universitário de Cametá/Programa de Pós-graduação em Educação e Cultura (PPGEDUC)
TÍTULO:

 Currículo e diálogo cultural na construção da educação quilombola do município de Abaetetuba-PA


PALAVRAS-CHAVES:

Currículo e diálogo. Cultura. Educação Quilombola. Ensino-aprendizagem.


PÁGINAS: 137
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

A presente pesquisa intitulada Currículo e Diálogo Cultural na construção da Educação Quilombola da comunidade de São Miguel, município de Abaetetuba/PA, buscou indagar de que maneira a escola quilombola trabalha o currículo e em que medida ocorre diálogo cultural nos processos de formação. Como problemática da investigação trago o seguinte: como o currículo e o diálogo cultural na construção da Educação Quilombola vem sendo trabalhado na escola São Tomé? O objetivo da pesquisa, foi analisar o currículo e o diálogo cultural na construção da educação quilombola, considerando a cultura, a identidade e os reflexos na formação da construção do ensino-aprendizagem dos educandos. As concepções teóricas de Giroux (1986), Laraia (2006), Moreira (1990), Apple (1994), Gesser (2002), Adiron (2007), Pinto (2007), Mattos (2009), Klein (2010), Gomes (2011), entre outros, e instrumentos legais, trouxeram contribuições em termos conceituais teóricos e práticas, acerca do currículo e diálogo cultural na construção da educação quilombola, demonstrando as contradições do pensamento e das práticas pedagógicas na referida escola, bem como as críticas, reflexões e preposições para se pensar a escola quilombola a partir das realidades históricas e culturais locais. Quanto a metodologia, optou-se pela pesquisa etnográfica, na qual situa-se a realidade social do contexto pesquisado da escola quilombola São Tomé, incluindo observações, entrevista semiestruturada e relatos de pessoas da comunidade, que após coletados foram submetidos a apreciação de análise, interpretação, descrição articulados com os fundamentos teóricos para a obtenção de resultados. Por fim, a pesquisa demonstrou que os problemas educacionais da escola quilombola, são decorrentes de situações da não adequação curricular à realidade escolar, falta de compromisso político da Secretaria de Educação de Abaetetuba, em não respeitar a legislação especifica que garante um tratamento diferenciado na escola quilombola, desvalorização da cultura e identidade, desinteresse dos alunos em parte na aprendizagem escolar e um modelo padrão curricular paras todas as escolas da zona urbana e rural.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1255928 - DAMIAO BEZERRA OLIVEIRA
Interno - 2299112 - JOSE VALDINEI ALBUQUERQUE MIRANDA
Externo ao Programa - 2278773 - WALDIR FERREIRA DE ABREU
Externo à Instituição - MARIA DAS GRAÇAS DA SILVA
Notícia cadastrada em: 09/08/2018 18:36
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - morango.ufpa.br.morango2