News

Banca de DEFESA: BENEDITO NUNES SACRAMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BENEDITO NUNES SACRAMENTO
DATA: 30/04/2018
HORA: 09:30
LOCAL: sala 001 - Prédio Orlando Cassique - Campus de Cametá
TÍTULO:

POLÍTICA DE ENSINO MÉDIO MODULAR NO PARÁ: DIRETRIZES, PRINCÍPIOS E PRÁTICAS FORMATIVAS DA JUVENTUDE DO CAMPO NA AMAZÔNIANA AMAZÔNIA


PALAVRAS-CHAVES:

Política. Políticas Educacionais. Ensino Médio Modular.


PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

A presente pesquisa, intitulada “Política de Ensino Médio Modular no Pará: Diretrizes, Princípios e Práticas Formativas da Juventude do Campo na Amazônia”, tem por objetivo analisar o ensino médio modular como política de atendimento da juventude do campo no contexto de Cametá para identificar a concepção de formação proposta, considerando as orientações oficiais do SOME e os princípios e diretrizes da educação do campo. O estudo conta com uma abordagem baseado no materialismo histórico e dialético, e segue os seguintes procedimentos para a realização da pesquisa: revisão bibliográfica acerca do tema em estudo, observação in lócus na vila de Juaba e aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas com a direção da 2ª Unidade Regional de Educação – URE/Cametá, com a direção da E.E.E.M. Prof.ª Osvaldina Muniz que coordena o SOME e com professores que atuam na comunidade escolar em questão. A pesquisa de campo tem como meta reunir informações que possam contribuir para a análise do objeto investigado considerando assim, meios que permitam a reflexão e a contradição, com isso motivar uma nova descoberta no campo do conhecimento. Para fundamentar a análise, o pensamento Marxista, contribui com a interpretação dos dados, levando em conta as categorias que pautam pelo princípio da mediação, da contradição e da totalidade. Nesse sentido, seguem os autores que corroboram com o texto, destacam-se Carnoy (1987), Corrêa (2005), Cury (1995), Freire (1996; 2011), Frigotto (2004; 2011), Krawczyk (2004; 2009), Kopnin (1978; 1993), Kosik (1976; 1978), Kuenzer (1988, 2009), Machado (1998; 2009), Ramos (2004; 2005), Oliveira (2004; 2009), além de outros. Como resultados pode afirmar que o ensino médio, última etapa da educação básica, ofertado pelo SOME, vem colaborando com a formação da juventude e promovendo a aproximação entre o conhecimento teórico e a pratica social, porém, ainda termos a ausência de políticas públicas eficazes para o ensino médio, haja vista que, as condições de funcionamento são muito deficitárias, falta infraestrutura adequada aos alunos e professores, transporte e merenda escolar com qualidade e regularidade, além de suporte técnico, dentre outros. O que se nota e que o Estado se mante neutro de sua responsabilidade com a educação. Destaca-se ainda as limitações do SOME em garantir-se enquanto uma política eficaz para a juventude.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2321894 - DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES
Presidente - 2190546 - GILMAR PEREIRA DA SILVA
Externo à Instituição - MARIA DAS GRAÇAS DA SILVA
Notícia cadastrada em: 11/04/2018 11:08
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba1