News

Banca de DEFESA: MARIA ZENEIDE GOMES DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA ZENEIDE GOMES DA SILVA
DATA: 31/08/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Campus Cametá - Sala 001 - Predio Orlando Cassique
TÍTULO:

MOVIMENTO CAPOEIRA MULHER: SABERES ANCESTRAIS E A PRÁXIS FEMINISTA NO SÉCULO XXI EM BELÉM DO PARÁ.


PALAVRAS-CHAVES:

Capoeira, Identidade de Gênero, Educação contra hegemônica 


PÁGINAS: 166
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Este trabalho versa sobre identidade de gênero nas rodas de capoeira da Região Metropolitana de Belém/Pa, tratada em nível do Movimento Capoeira Mulher, lócus desta investigação. A finalidade desta pesquisa é analisar os processos de construção da identidade de gênero no Movimento Capoeira Mulher, coletivo social de mulheres capoeiristas de Belém e região metropolitana, uma vez que ainda é muito forte nas relações sociais e nas rodas de capoeira a presença masculina num contexto de dominação dar visibilidade a subjetividades, desigualdades, silenciamentos e omissões. Buscar-se-á compreender as experiências de resistências sociais, políticas e pedagogias que as mulheres utilizam para construção de suas identidades em movimentos nas periferias urbana da grande Belém, ao partilharem uma pratica cultural comum, a capoeira, e como seus saberes e experiências podem contribuir para repensar outras epistemologias para a educação na Amazônia Paraense. O processo teórico metodológico segue em construção, em virtude de ser um campo de estudo ainda pouco explorado. No entanto, a opção pela pesquisa qualitativa de cunho etnográfico e participante, definida por um conjunto de diferentes técnicas, visa descrever e interpretar os dados coletados em campo. Considerar-se-á o ethos da capoeira no processo de análise, pois fazem parte do universo cultural e simbólico do cotidiano dos sujeitos investigados enquanto elementos para repensar valores educacionais hegemônicos, que sedimentam o sexismo e o machismo na sociedade brasileira. Concluiu-se afirmando que a roda de capoeira, expressão cultural afro brasileira, acolhe e promove identidades sociais, crenças e valores e dá acesso a um campo de possibilidades de análises sobre identidades, possibilitando novas aprendizagens importantes para a construção de uma sociedade mais igualitária e justa para todos e todas na área urbana da Amazônia paraense.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1808826 - ARIEL FELDMAN
Interno - 2524613 - BENEDITA CELESTE DE MORAES PINTO
Externo ao Programa - 1885910 - JOSE DO ESPIRITO SANTO DIAS JUNIOR
Externo ao Programa - 1347712 - SALOMAO ANTONIO MUFARREJ HAGE
Notícia cadastrada em: 22/08/2017 11:45
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2