News

Banca de QUALIFICAÇÃO: GILMA GUIMARÃES LISBOA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GILMA GUIMARÃES LISBOA
DATA: 29/08/2017
HORA: 18:00
LOCAL: sala 001
TÍTULO:

PELAS MÃOS DE CLARICE: O DESABROCHAR DA EXPERIÊNCIA LITERÁRIA NA “SALA DE LEITURA CLARICE LISPECTOR”.


PALAVRAS-CHAVES:

Leitura, experiência, sala de leitura, sujeito leitor, literatura clariceana.


PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Currículo
RESUMO:

Esta pesquisa de Mestrado tem como tema Pelas Mãos de Clarice: O desabrochar da experiência literária na “Sala de Leitura Clarice Lispector”, integra a Linha de Pesquisa Educação, Cultura e Linguagem (PPGEDUC/UFPA), e se articula ao Projeto de Pesquisa: “Uma educação no dorso do tigre: literatura e experiências formativas”, coordenado pela professora-orientadora Gilcilene Dias da Costa. O estudo parte da consideração da importância da leitura de obras literárias em ambientes escolares, para além de sua função instrumental preparatória para avaliações, a pesquisa objetiva, de maneira geral, analisar experiências de leitura literária com jovens frequentadores da “Sala de Leitura Clarice Lispector” da Escola Estadual de Ensino Médio Simão Abraão Jatene. A abordagem do tema visa acompanhar os processos de experiências de leitura literária com jovens frequentadores da “Sala de Leitura Clarice Lispector” da escola pesquisada. Os aportes teóricos fundamentam-se nos conceitos de leitura, experiência e sentido, a partir de Larrosa em “Pedagogia Profana: danças, piruetas e mascaradas” (2000), “Linguagem e educação depois de Babel” (2004) e “Tremores” (2015), entrelaçado ao universo literário clariceano. A pesquisa baseia-se nas pistas do método da Cartografia na perspectiva de Deleuze e Guattari por meio da obra Mil Platôs (1995), e de Passos, Kastrup, Tedesco e Escóssia por meio das obras Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade (2015) e Pistas do método da cartografia: a experiência da pesquisa e o plano comum (v.2 - 2016). O percurso teórico-metodológico iniciado na pesquisa leva em conta as perspectivas de leitura e experiência como travessia (caminho), entendendo que as experiências de leitura estão diretamente conectadas à subjetividade das experiências do leitor, daí sua singularidade, podendo ocorrer em diferentes contextos, por meio dos mais variados suportes de leitura. Todo o caminho teórico-metodológico adotado para fins desta pesquisa busca ir ao encontro do principal problema proposto: Em que medida a leitura de textos literários interage com as demandas de leitura de estudantes frequentadores da “Sala de Leitura Clarice Lispector” e em que sentido a literatura clariceana provoca um desabrochar poético nos jovens leitores? Nesse percurso, buscar-se-á potencializar os canais de acesso e incentivo à leitura de textos literários no espaço escolar, percebendo as ressonâncias do texto literário clariceano com as experiências formativas dos leitores no sentido de um pensar poético que aproxime literatura e vida. A relevância do estudo consiste em fomentar experiências de leitura literária no ambiente escolar, de modo a elevar a literatura ao seu valor poético e formativo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2298298 - GILCILENE DIAS DA COSTA
Interno - 2353907 - CEZAR LUIS SEIBT
Interno - 2299112 - JOSE VALDINEI ALBUQUERQUE MIRANDA
Externo à Instituição - JOSEBEL AKEL FARES
Notícia cadastrada em: 08/08/2017 09:19
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - castanha.ufpa.br.castanha1