News

Banca de DEFESA: JAQUELINE MENDES BASTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JAQUELINE MENDES BASTOS
DATA: 15/06/2017
HORA: 10:00
LOCAL: CAMPUS CAMETÁ - SALA 001 - PRÉDIO ORLANDO CASSIQUE
TÍTULO:

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA- PARFOR: Concepções, Diretrizes e Princípios Formativos


PALAVRAS-CHAVES:

Política de Formação; profissionalização e valorização docente; PARFOR.


PÁGINAS: 137
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Este trabalho é resultado da pesquisa intitulada Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR): Concepções, Diretrizes e Princípios Formativos. Teve como objetivo analisar a concepção de formação docente presente no Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica, tendo em vista as orientações que constam das Diretrizes e Princípios nos documentos que o normatiza bem como sob o “olhar” de professores e gestores do referido Programa. A abordagem metodológica adotada na elaboração do trabalho apoia-se nas orientações da pesquisa qualitativa, sendo utilizadas como técnicas a análise documental e entrevista semiestruturada aplicadas para categorias de professores-formadores, professores- egressos, alunos - professores e gestores do programa. Dentre os principais autores que fundamentaram a pesquisa podemos citar: Azevedo (2004); Oliveira (2009); Nóvoa (1995); Berzezinski (2014); Gatti (2011); Tardif (2014); Duarte (2010); Schon (1995); Camargo e Mendes (2016). Os resultados da pesquisa apontam que o PARFOR é um plano emergencial, que, tem contribuído com a formação de docentes, alcançando um número expressivo de professores em cursos ofertados pela Universidade Federal do Pará. No campo teórico a pesquisa identificou pelo menos, duas vertentes de concepção de formação: a de racionalidade eminentemente técnica, instrumental e pragmática e a outra que aponta na perspectiva da formação integral, fazendo a mediação entre o saber e o saber fazer além de considerar a pesquisa como principio fundante do processo formativo. Referente aos documentos analisados a pesquisa aponta que a formação em Pedagogia/PARFOR subsidiada pelo Projeto Pedagógico do Curso atende as Diretrizes Curriculares Nacionais para formação de professores a partir dos preceitos legais sobre Direitos Humanos e Educação  Ambiental, por exemplo, de modo que os princípios formativos direcionam para um profissional capaz de atuar para além do espaço escolar, que reflita sua prática e conceba o trabalho como princípio educativo. Os sujeitos da pesquisa  reconhecem  a relevância do programa e a  consistência deste enquanto política de formação  docente. Ainda que hajam problemas estruturais de funcionamento das turmas, principalmente nos municípios que compõem os polos do Campus de Cametá, a proposta do curso enquanto habilidades e competência de formação humana apresenta o perfil de ensino, pesquisa e extensão contemplando o que propõe a ANFOPE. O curso é uma oportunidade de sistematização das experiências pelos alunos-professores naquilo que Tardif propõe como saberes da experiência de modo a sistematizar a nível teórico-prático. Do mesmo modo que os fundamentos teóricos  que compõem o núcleo básico do curso é uma oportunidade de aprofundamentos dos fundamentos políticos, filosóficos, históricos, sociológicos propiciando um posicionamento profissional mais consciente como assegura Duarte. Assim, presumimos que o Curso do PARFOR se apresenta ainda  que  precise ser aperfeiçoado como um espaço formativo que integra o saber a experiência e  a atitude, velando por uma formação omnilateral ou integral.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1808826 - ARIEL FELDMAN
Externo ao Programa - 326137 - ARLETE MARIA MONTE CAMARGO
Interno - 4217639 - MARA RITA DUARTE DE OLIVEIRA
Presidente - 3153596 - ODETE DA CRUZ MENDES
Notícia cadastrada em: 25/05/2017 17:00
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - morango.ufpa.br.morango1