News

Banca de QUALIFICAÇÃO: CLAUDETE COSTA QUARESMA RANIERI

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLAUDETE COSTA QUARESMA RANIERI
DATA: 28/06/2016
HORA: 16:00
LOCAL: Campus de Cametá - Sala 001
TÍTULO:

CURRÍCULO E DIVERSIDADE ÉTNICO-RACIAL NA ESCOLA QUILOMBOLA SANTO ANDRÉ DO BAIXO ITACURUÇA EM ABAETETUBA NO ESTADO PARÁ: A AFIRMAÇÃO E VALORIZAÇÃO DA IDENTIDADE


PALAVRAS-CHAVES:

Educação -Curriculo Escolar Quilombola- Diversidade Étnico Racial- Identidade Negro Quilombola. 


PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

O trabalho busca investigar currículo e diversidade étnico-racial na escola quilombola Santo André do baixo Itacuruçá em Abaetetuba – Pará como possibilidade de afirmação e valorização da identidade, objetivando compreender como esses processos educativos e práticas curriculares contribuíram e contribuem para a construção da identidade quilombola dessa comunidade. O estudo está sendo elaborado por meio da pesquisa de campo qualitativa, com a utilização da técnica da coleta de dados, de grupo Focal, observação, registro do cotidiano no diário de campo. A coleta de dados na escola e na comunidade apóia-se na técnica da observação participante por se tratar de “uma estratégia de campo que combina simultaneamente a análise documental (diário de classe, calendário, projeto Político, planejamento escolar..) a entrevista semi estruturada, a participação e a observação direta e a introspecção”(LüDKE e ANDRE,1986.P28). O registro de caráter etnográfico, a partir de um diário de campo, tem favorecido tal observação. As bases conceituais da pesquisa está subsidiada teoricamente nos referenciais da educação popular, especialmente nas obras de Paulo Freire, José Reis, Flávio Gomes, Vicente Salles,Robert Slenes, Nilma Lino Gomes, Miguel Arroyo,Tomas Tadeu da Silva, Antônio Ciampa, Frigoto, Vera Candau, e Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva; A Pesquisa vem sendo realizada sob perspectiva dialética,numa concepção de realidade de mundo e de vida no seu conjunto, tomando o universo pesquisado e seus sujeitos como parte de um contexto no qual os aspectos históricos e políticos são constituintes dos aspectos, educacionais, culturais e identitárias da sociedade quilombola. A inserção na comunidade iniciou-se em dezembro de 2015 e vem acontecendo no período de 10 a 15 dias de cada mês. Participam da pesquisa alunos, professores, gestor, pais e coordenação pedagógica da Escola Quilombola Santo André de Itacuruçá, além dos membros da comunidade associação quilombola e Instituição Pública de Ensino Estadual ( SEDUC PA) e Municipal( SEMED de Abaetetuba. Os dados que vem sendo coletados e registrados em diário de campo, foram são extraídos das falas, dos gestos, dos cenários, da reunião da Associação, reuniões da escola, da porta da escola, nos barcos, nas pontes, estradas, cozinha, do quintal, da beira do rio. A reflexão do tema se faz necessária no sentido de possibilitar a discussão e reflexão da construção do currículo como possibilidade de fortalecimento de seus territórios identitárias.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1255928 - DAMIAO BEZERRA OLIVEIRA
Externo à Instituição - MARIA DAS GRAÇAS DA SILVA
Interno - 2181917 - RAIMUNDO NONATO DE OLIVEIRA FALABELO
Presidente - 2278773 - WALDIR FERREIRA DE ABREU
Notícia cadastrada em: 13/06/2016 18:00
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - morango.ufpa.br.morango2