News

Banca de DEFESA: JOZIELE VALENTE ARAGAO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOZIELE VALENTE ARAGAO
DATA: 29/12/2023
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de defesa do PPGEDUC
TÍTULO:

O CUSTO-QUALIDADE DE UMA ESCOLA DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE CAMETÁ-PARÁ: O CASO DA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL RAIMUNDA PONTES


PALAVRAS-CHAVES:

 

Financiamento da educação. Custo-qualidade. Educação do Campo. Educação de qualidade. Amazônia.


PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
ESPECIALIDADE: Educação Rural
RESUMO:

Esta pesquisa discute sobre o Custo-qualidade de uma escola do campo no município de Cametá-Pará. Objetivando analisar se os recursos financeiros recebidos são suficientes para a manutenção de uma escola do campo com qualidade no município. Trata-se de um Estudo de Caso, de abordagem qualitativa, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Raimunda Pontes. A pesquisa foi realizada por meio de 3 etapas: Levantamento Bibliográfico, Pesquisa de Campo e Análise de Dados. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizadas a análise documental e entrevistas semiestruturadas, com uma amostra de 11 sujeitos. As análises de dados foram realizadas por meio da Análise do Discurso. Delimitamos 3 (três) categorias para melhor desenvolvimento da pesquisa: Educação do Campo; Financiamento da Educação e Educação de Qualidade. Para aprofundar o debate sobre o Financiamento da Educação, foi discutida a partir dos seguintes autores: Castro (2011), Pinto (2000), Carmo (2020), Cruz (2011), Davies (2008), Rolim (2021), Breamaeker (2011), Gouveia (2016), Cara (2018); Para aprofundar os debates sobre a educação do campo, utilizamos os autores: Santos (2017), Pereira, Pureza e Hage (2017), Fernandes e Molina (2004), Caldart (2004), Caldart (2002), Molina (2012), Santos (2017),  Carmo (2016), Haje, Cruz e Silva (2016), Hage e Barros, 2010); Para aprofundar os debates sobre o Educação de qualidade, utilizamos os seguintes autores: Enguita (2002), Carreira e Pinto (2007), Dourado, Oliveira e Santos (2007), Eyng (2015), Silva (2009), Nardi e Schneider (2013), entre outros. As análises dos dados nos revelam que as políticas de financiamento da educação não estão conseguindo suprir as necessidades das escolas do campo. As condições que a escola se encontra demonstra a precariedade na oferta da educação para os alunos, com ausência de uma infraestrutura que seja capaz de suportar a demanda escolar, e consequentemente oferecer uma educação com o mínimo de qualidade possível. Além disso, o acesso dos alunos para a escola que é o transporte escolar encontra-se em condições totalmente desfavoráveis, além de outras situações que contribuem para a precarização da educação. Diante disso, conclui-se que o custo-qualidade de uma escola do campo está muito aquém dos recursos financeiros que são recebidos pelo município, demonstrando a necessidade de políticas públicas educacionais para o fortalecimento de uma educação do campo de qualidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1769176 - ERALDO SOUZA DO CARMO
Interno - 3425816 - JOAO BATISTA DO CARMO SILVA
Interno - 707.037.522-00 - RUBENS DA COSTA FERREIRA - UFPA
Externo ao Programa - 273184 - ROSANA MARIA GEMAQUE ROLIM
Notícia cadastrada em: 20/12/2023 09:17
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba1