News

Banca de DEFESA: YASMIM FONSECA AMARAL

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: YASMIM FONSECA AMARAL
DATA: 31/08/2023
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Multimídia do PPGEDUC CUNTINS - UFPA
TÍTULO:

EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS: A poesia africana-angolana como proposta antirracista na educação básica cametaense.


PALAVRAS-CHAVES:

Educação; Relações Étnico-raciais; Poesias africanas-angolanas.


PÁGINAS: 89
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

A dissertação intitulada “Educação e relações étnico-raciais: a poesia africana-angolana como proposta antirracista na educação básica cametaense”, teve como objetivo dialogar e interpretar as potencialidades da poesia africana-angolana como ferramenta metodológica na perspectiva de uma educação antirracista na sala de aula do ensino fundamental anos finais, mais especificamente nas turmas do 9º ano na Escola Municipal de Ensino Fundamental Coronel Raimundo Leão, localizada no município de Cametá (PA). A filiação teórica metodológica do estudo está dentro de uma perspectiva da História Crítica Social tendo como base autores como THOMPSON (1998) e HALL (2006), buscando sempre um olhar diferenciado, tendo como foco os sujeitos sociais envolvidos no processo de ensino à aprendizagem. Dialogamos também com os estudos pós-coloniais apresentados por autores como BHABAH (1997) e FANON (1961). Metodologicamente, realizamos uma pesquisa qualitativa e ação-participativa, do qual tivemos como fontes de análise o Documento Curricular do Estado do Pará, buscando avaliar de que forma os componentes curriculares de Língua Portuguesa e História trazem os temas relacionados questões étnico-raciais, que propostas metodológicas são previstas e a lei 10.639/03; entrevistas com quatro professoras da rede municipal de ensino de Cametá, sendo três professoras de Língua Portuguesa e uma professora de História buscando verificar como e se a literatura africana é utilizada por elas em sala de aula e pôr fim a ação prática de uma oficina realizada com os alunos do 9º ano do ensino fundamental, do qual nos possibilitou avaliarmos de que forma a poesia africana-angolana como ferramenta de ensino em sala de aula pode contribuir para discussão sobre educação e identidade étnico-raciais. Como resultados podemos destacar que as poesias suscitaram debates e discussões importantes sobre igualdade direitos, diversidade cultural e combate ao racismo, além de ampliarem os conhecimentos dos alunos sobre História e Cultura Africana.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3285940 - ANDREA SILVA DOMINGUES
Interno - 2524613 - BENEDITA CELESTE DE MORAES PINTO
Externo à Instituição - MARCOS FÁBIO FREIRE MONTYSUMA
Notícia cadastrada em: 11/08/2023 10:38
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - castanha.ufpa.br.castanha1