News

Banca de DEFESA: RAIMUNDA MORAES SILVA GONZAGA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAIMUNDA MORAES SILVA GONZAGA
DATA: 27/12/2022
HORA: 14:30
LOCAL: SALA DO PPGEDUC_ON LINE
TÍTULO:

SABERES E PRÁTICAS DE PESCA DAS MULHERES RIBEIRINHAS DA ILHA SARACÁ-LIMOEIRO DO AJURU/PA: RESISTÊNCIA DAS PESCADORAS ARTESANAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Mulher pescadora. Trabalho. Saberes políticos-identitários. Território. Classe.


PÁGINAS: 131
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
ESPECIALIDADE: Ensino Profissionalizante
RESUMO:

O presente trabalho aborda saberes políticos-identitários construídos durante o processo de formação da Associação de Mulheres Pescadoras e Agriculturas (AMAIS), na Ilha Saracá, Limoeiro do Ajuru (PA). Esta pesquisa tem por objetivo analisar os saberes político-identitários das mulheres pescadoras e agricultoras no desenvolvimento de suas atividades laborais e organizativas, a partir da Amais. Contudo, ela está pautada no Materialismo Histórico-Dialético, com uma abordagem qualitativa, fazendo uso de entrevista semiestruturada, seguindo da análise de conteúdo para compreender as narrativas das informantes, a partir de suas experiências de trabalho. Toma-se como base teórica as leituras de Marx (2010), Marx e Engels (2007), Rodrigues (2012), Martins (2017), Barra (2019), Furtado, (2017), Raffestin (1993), Pereira (2014), Lerner (2019), Davis (2016), Toledo (2008), dentre outros. O problema da investigação foi se constituindo nas vivências de pescadora, nas experiências acadêmicas, nos diálogos com a comunidade e nas lutas sociais. Para tanto, a pesquisa revelou em um primeiro momento que antes mesmo da Amais existir, as mulheres que a formaram, já possuíam saberes relacionados às suas vivências e às suas práticas de trabalho. Contudo, no desempenho das suas funções de trabalhadoras desenvolvidas a partir da associação, essas mulheres construíram saberes políticos-identitários que ressignificaram suas lutas em sua comunidade. Esses saberes reportam autonomia, liderança, participação, conhecimento de causa e consciência de classe. Por fim, constatou-se que, mesmo em meio à inatividade da Amais, esses saberes que foram construídos no decorrer dos seus processos de afirmação ainda permanecem vivos, auxiliando-as nas causas sociais da região.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2321894 - DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES
Interno - 1885506 - EGIDIO MARTINS
Externo ao Programa - 3285940 - ANDREA SILVA DOMINGUES
Externo ao Programa - 2835103 - BENEDITA ALCIDEMA COELHO DOS SANTOS MAGALHAES
Notícia cadastrada em: 29/11/2022 17:05
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2