Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELIZAYNE YZA XAVIER FARIAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELIZAYNE YZA XAVIER FARIAS
DATA: 22/02/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Vídeo Conferência -
TÍTULO:

Saberes e práticas na coleta de conchas de moluscos bivalves: estudo realizado com as concheiras do Palmar, rio Maracapucu, Abaetetuba-Pará.


PALAVRAS-CHAVES:

Identidade coletiva, saberes tradicionais, grandes empreendimentos, moluscos


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Esta pesquisa analisa o protagonismo de mulheres que por meio da identidade coletiva persistem em dar continuidade a uma prática realizada há gerações em ambiente de várzea no estuário amazônico. Trata-se das autodenominadas Concheiras, um grupo de mulheres que realizam a coleta de conchas de moluscos bivalves em áreas praianas no entorno da comunidade Palmar, região insular do município de Abaetetuba (nordeste paraense). A coleta de conchas é uma atividade realizada há gerações na comunidade e já foi considerada uma das mais relevantes no aspecto socioeconômico, sendo exercida tanto por homens quanto por mulheres. Após a implantação da UHE de Tucuruí, ocorreram mudanças que alteraram a dinâmica ambiental diminuindo a produção. Desde então, a atividade passou a ser realizada apenas por mulheres, o que lhes conferiu a identidade de Concheiras. Esse coletivo constitui interrelações com meio e com outros individuos de maneira que essas interações tem efeito preponderante na construção de suas territorilidades. A noção central é a territorialidade especifica que funciona como fator de identificação, defesa e força, mesmo em se tratando de apropriações temporárias dos recursos naturais (ALMEIDA, 2013). O trabalho se ancora no método antropológico e tem como objetivo principal investigar junto às mulheres coletoras de conchas de moluscos, os saberes e práticas que norteiam a atividade, para entender a apropriação da identidade de concheiras e de como estas se veem como agentes pertencentes a este contexto socioambiental afetado por grandes empreendimentos de capital. Trata-se de uma pesquisa etnográfica que busca levar em conta não apenas o ponto de vista dos observados, mas também seus interesses, ressaltando sua cultura, suas denúncias e reivindicações, dispondo o trabalho da antropologia a serviço dos povos estudados (SOL TAX, 1975).



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2244124 - ELIANA TELES RODRIGUES
Externo ao Programa - 2317089 - GUSTAVO GOULART MOREIRA MOURA
Externo ao Programa - 325725 - ROSA ELIZABETH ACEVEDO MARIN
Interno - 2558010 - ROSANGELA DO SOCORRO NOGUEIRA DE SOUSA
Notícia cadastrada em: 11/02/2022 10:08
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - castanha.ufpa.br.castanha2