News

Banca de QUALIFICAÇÃO: JAMER ANDRADE DA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JAMER ANDRADE DA COSTA
DATA: 07/12/2022
HORA: 16:00
LOCAL: on line
TÍTULO:

Desenvolvimento de um método de avaliação das perdas de eficiência energética, causadas por sombreamento de prédios em imóveis com sistemas de geração de energia com placas fotovoltaicas, utilizando SIG com dados cartográficos planialtimétricos de qualidade e de baixo custo obtidos por drone.


PALAVRAS-CHAVES:

Placas Fotovoltaicas, Modelo Digital do Terreno, Padrão de Exatidão Cartográfica, Poluidor Pagador, Sombreamento Urbano.


PÁGINAS: 25
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
SUBÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A verticalização urbana tem se tornado cada vez mais frequente no cenário urbano mundial, os prédios altos são barreiras em potencial contra a passagem de luz e de ventilação natural, essenciais para a regularização térmica das cidades. As sombras geradas por esses edifícios e pela arborização das cidades deixam esses ambientes mais convidativos e adaptados às mudanças climáticas. A radiação solar é responsável pela produção de vitamina D nos seres humanos e a sua falta pode causar inúmeros problemas de saúde como osteoporose, depressão, além de doenças respiratórias. A geração de energia é um dos grandes desafios da humanidade, devido ao crescimento populacional, da economia e do desenvolvimento tecnológico e industrial. E a sociedade cada vez mais consciente no uso energia sustentável e renovável, pois o uso excessivo de fontes de energia poluentes tem efeitos irreversíveis sobre o meio ambiente, e também motivada pelos constantes aumentos das taxas de energia elétrica e pela queda 90% no custo dos equipamentos nos últimos 10 anos, resultou um crescimento até agora em 2022 de 51,4% em relação ao ano passado na instalação de micro e minigeração da energia solar no País, correspondendo a 1.7% de toda a matriz energética.  Entretanto, com a verticalização das cidades, temos um ambiente desfavorável para os moradores vizinhos desses prédios, pois esses, geram uma zona de sombreamento ao longo do dia, e que muda durante o ano, impedindo a iluminação direta dos raios solares nesses imóveis, podendo causar problemas de saúde em seus moradores e diminuição da eficiência energética nos sistemas de placas fotovoltaicas já instaladas. A nova lei 14.300/2022 que entrará em vigor em janeiro de 2023, intitulada a Lei da “Taxação do Sol”, trata apenas da taxação dos custos de distribuição, cobrança que até então não era realizada e esta lei não aborda nada sobre a proteção dos sistemas já instalados em relação a construção de obstáculos que impeçam a incidência direta dos raios solares, gerando perdas econômicas saúde e na qualidade ambiental. Os novos Cadastros Territoriais Multifinalitários (CTM) são elaborados usando dados topográficos em 3D (X,Y,Z), sendo Z altura real do objeto, essencial para realizar avaliação das áreas sombreadas pelos prédios. Os custos atuais desses levantamentos são elevados e podem ser reduzidos com a utilização de drones para a obtenção dessas informações altimétricas. Atualmente, não existe um instrumento urbanísticos e ambiental que avalie e faça essa compensação financeira aos imóveis prejudicados, por isso a importância desse estudo. Neste sentido, a proposta é mostrar o crescimento do uso das placas fotovoltaicas nas cidades, caso: Belém e desenvolver uma metodologia, através de ferramentas computacionais gratuitas para avaliar as possíveis perdas da diminuição da incidência de raios solares diretos nesses imóveis, com o uso de dados em 3D, e avaliando a possibilidade da obtenção desses dados cartográficos de qualidade em 3D com uso de drones.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 605.546.902-25 - ADRIANO MARLISON LEAO DE SOUSA - UFRA
Interno - 1549203 - EVERALDO BARREIROS DE SOUZA
Externo ao Programa - 3176293 - ANA CLAUDIA DUARTE CARDOSO
Externo ao Programa - 2306088 - TONY CARLOS DIAS DA COSTA
Notícia cadastrada em: 06/12/2022 16:58
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2024 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2