Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LAURA SALIME HAGE DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LAURA SALIME HAGE DE SOUZA
DATA: 08/04/2021
HORA: 09:00
LOCAL: GOOGLE MEET
TÍTULO:

PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO DE MONITORAMENTO DA INTEGRIDADE ESTRUTURAL NO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE OBRAS DE ARTE ESPECIAIS DO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

monitorização da integridade estrutural, reconhecimento de padrões, modelação por elementos finitos, sistema de gerenciamento de obras de arte especiais, identificação de dano, modelagem da informação da construção


PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
RESUMO:

As obras de arte especiais (OAEs) são estruturas integradas nas vias com o objetivo de ultrapassar obstáculos, contribuindo assim para a qualidade de vida das pessoas e da economia das regiões. São geralmente construídas de forma a atingir a vida útil de pelo menos 50 anos. Porém, devido a diversos fatores, as mesmas apresentam desgastes naturais ou acidentais, mais frequentes do que os previstos em fase de projeto. A fim de manter essas estruturas em condições de operação, seus responsáveis utilizam os sistemas de gerenciamento de obras de arte especiais (em inglês, Bridge Management System – BMS), que, na maioria dos países em que estão implantados, são baseados nas inspeções visuais e ensaios. Em algumas OAEs, com maior custo agregado, além dos ensaios estáticos e dinâmicos, o gestor investe em monitoramento da integridade estrutural (em inglês Structural Health Monitoring - SHM), para acompanhar, seja em tempo real ou não, o comportamento da estrutura. De forma a averiguar a existência de dano estrutural, é comum a utilização de modelos numéricos em elementos finitos devidamente calibrados para reproduzir a resposta estrutural medida e a aplicação, diretamente sobre os dados provenientes da monitorização, de algoritmos de aprendizado de máquina emprestados da inteligência artificial. Neste trabalho, a abordagem do SHM será feita, em conjunto, com técnicas numéricas, inteligência artificial e monitoramento. Diante desse cenário, a motivação norteadora deste trabalho, é a possibilidade de permitir uma melhor identificação e gestão de danos em OAEs. Nesse diapasão, o objetivo desta tese consiste em propor uma solução de integração do SHM e BMS. Para demonstrar a potencialidade dessa integração, foram criados modelos numéricos em elementos finitos, aplicados em dois estudos de caso, nomeadamente, o da passagem superior Z24 na Suíça (monitorado por quase um ano) e o da ponte sobre o rio Itacaiúnas no Brasil (3h de observação). Na passagem superior Z24 foram introduzidos danos para avaliar de forma controlada o comportamento da estrutura e a ponte sobre o rio Itacaiúnas apresenta atualmente deformações excessivas no tabuleiro. Assim, o desenvolvimento da tese começa por fazer um levantamento dos sistemas atuais de gerenciamento e de monitorização de OAEs; o resumo dos ensaios dinâmicos efetuados em vibração ambiental na ponte sobre o rio Itacaiúnas; a descrição do processo de identificação experimental das propriedades modais (configurações modais, frequências naturais de vibração e coeficientes de amortecimento) da passagem superior Z24 e da ponte sobre o rio Itacaiúnas; e a descrição dos modelos numéricos em elementos finitos da passagem superior e da ponte, calibrados utilizando os resultados dos respetivos ensaios dinâmicos. Note-se que a modelagem numérica permitiu a realização de avaliações quantitativas do estado de deterioração nas zonas danificadas. Além dessas contribuições científicas já geradas nesse estudo, espera-se, como possíveis contribuições adicionais, as integrações entre método de elementos finitos e algoritmos de aprendizado de máquina e de SHM e BMS, cujas pesquisas ainda encontram-se, em certo nível, incipientes e o desenvolvimento de um procedimento de monitoramento e diagnóstico estrutural baseado no paradigma de acoplamento acima mencionado; integração SHM-BIM para o benefício imediato do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ADAM DREYTON FERREIRA DOS SANTOS
Externo à Instituição - DRAGOS IONUT MOLDOVAN
Presidente - 703.497.712-78 - ELÓI JOÃO FARIA FIGUEIREDO - ULHT
Interno - 2153181 - JOAO CRISOSTOMO WEYL ALBUQUERQUE COSTA
Externo ao Programa - 2318317 - PLINIO GLAUBER CARVALHO DOS PRAZERES
Externo à Instituição - REGINA AUGUSTA CAMPOS SAMPAIO
Notícia cadastrada em: 07/04/2021 10:19
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - bacaba.ufpa.br.bacaba2