Notícias

Banca de DEFESA: FLAVIA PESSOA MONTEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FLAVIA PESSOA MONTEIRO
DATA: 05/03/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Auditorio do Instituto de Tecnologia - ITEC
TÍTULO:

Um estudo comparativo de técnicas de classificação supervisionada para a avaliação da dinâmica do uso e cobertura da terra na Amazônia Brasileira - Um estudo de caso sobre o assentamento 26 de março.


PALAVRAS-CHAVES:

Classificação de Imagens, LULC, LULCC, Satélite Landsat 5, Assentamento 26 de Março, TerraClass, Árvore de Decisão, Random Forest, SVM, CART, MPL.


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
RESUMO:

Amazônia é um dos biomas mais complexos e diversificados do planeta e seu nível de preservação ambiental possui impacto de âmbito global. Entretanto, para além dos aspectos ambientais, a complexibilidade da região envolve outros diferentes pontos de vista, tais como: social, econômico e cultural.  De fato, tais pontos de vista estão intrinsecamente interligados, de tal forma que, por exemplo, aspectos culturais podem afetar as relações entre o uso e a cobertura da terra e, em se tratando de Amazônia, dependendo da escala dessas mudanças, pode haver consequências planetárias. Em função da criticidade que envolve a região, diversas ações governamentais, de organizações e movimentos sociais e da comunidade internacional, vem tentando racionalizar o uso e a cobertura da terra, de maneira a criar uma relação de exploração sustentável dos recursos naturais. Um importatnte programa governamental se baseia na criação de assentamentos, com o respectivo apoio, no que diz respeito a determinados financiamentos de infraestrutura, maquinário, mudas e sementes, assistência técnica, entre outros. Entretanto, apesar dos esforços envolvidos, a solução é de extrema complexibilidade, dada a correlação de fatores a serem avaliados e combinados em busca do sucesso e do aprimoramento de tais programas. Assim, por conta de toda complexibilidade envolvida, é de primordial importância a utilização de ferramentas tecnológicas para aferição do grau de evolução do uso e da cobertura da terra, nas regiões que fazem parte do bioma amazônico. Uma das avaliações fundamentais é a observação da evolução da mudança do uso do solo, pois se trata de uma variável mutável temporalmente, com severas implicações na paisagem natural e no meio ambiente como um todo. Este estudo tem como objetivo principal avaliar o desempenho de técnicas computacionais SVM, Redes Neurais, Máxima Verossimilhança e Árvore de Decisão a fim de melhor classificar as imagens do satélite LANDSAT 5 no cenário da Amazônia Brasileira. Técinas de mineração de dados estão sendo utilizados cada vez mais empregadas para fins de classificação de imagens de satélite, dentre várias técnicas destaca-se a árvore de decisão. A aplicação desta técnica melhorou a precisão da classificação e de maneira computacional bastante eficiente, pois os resultados foram gerados automaticamentes e tempo otimizado. A área de estudo, se concentrou no assentamento 26 de Março/Marabá, vêm enfrentando gravíssimos problemas no seu reflorestamento. Este assentamento é apenas um reflexo do que vêm ocorrendo mo Bioma Amazônico e seu complexo e diversificado sistema ambiental.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1698390 - ADAMO LIMA DE SANTANA
Presidente - 1353026 - CARLOS RENATO LISBOA FRANCES
Externo ao Programa - 1769974 - MARCELINO SILVA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 02/02/2015 11:31
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - bacaba.ufpa.br.bacaba1