Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DENNER FELIPE SILVA FERREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DENNER FELIPE SILVA FERREIRA
DATA: 19/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Aula 03 - PGITEC
TÍTULO:

TRANSPORTE ELETRÔNICO EM JUNÇÕES MOLECULARES EM NANOFIOS HÍBRIDOS INORGÂNICO-ORGÂNICO: CARBYNE ACOPLADO A FIOS DE NÍQUEL


PALAVRAS-CHAVES:

Transporte Eletrônico, Teoria do Funcional da Densidade, NDR, Condutância Oscilante, Nanofios de diâmetro atômico, eletrodos de Níquel, Carbyne.

 


PÁGINAS: 115
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
RESUMO:

            Nestre trabalho, foram investigadas as propriedades do transporte eletrônico balístico de junção orgânico/inorgânico como fio de diâmetro atômico, basedo na variação de átomos (Cn com n de 1 à 10) no fio de carbono (carbyne) acoplado diretamente entre eletrodos de Níquel (Ni) de forma simétrica. Foram análisadas as curvas de corrente-tensão (I–V), condutância diferencial-tensão (dI/dV–V), Transmissão-Energia por tensão [T(E,V)], Orbitais Moleculares de Fronteira, Densidade de Estados (DOS)–Energia, Projeção de Densidade de Estados - Energia (PDOS) e os Autocanais de Transmissão (EigenChannels)–Tensão, para cada caso investigado. Os resultados exibiram a diferença quanto a paridade dos átomos na ligação entre os átomos de carbono (C–C), demonstrando que existe um comportamento para cadeias pares de carbyne do tipo polyyne devido a alternância entre as ligações enquanto para cadeias ímpares é classificado como carbyne do tipo cumuleno, devido as características de ligações duplas consecutivas entre os carbonos e não exibir uma alternância no comprimento de ligação. Ainda o reforço da diferença do comprimento de ligação química ocasionou o comportamento diferente entre par e ímpar, sendo classificados em dois grupos, devido a curva I–V exibir a tendência e níveis de corrente similares entre os pares (com coeficientes de condução próximos) e para os ímpares. A condutância se demonstrou oscilantes quando comparada com ímpar e par dos carbonos sob mesmo intervalo de tensão. As cadeias pares têm um alcance dobrado de corrente (~40µA) comparado com sistemas ímpares (~20µA). A primeira  queda no coeficiente de condutância das cadeias, ocorre em uma tensão de 0,25V, ocasionando uma alteração na PDOS sobre os átomos de carbono na banda de condução e diferentes disponibilidade de estados para par e ímpar. Uma similaridade entre os coeficientes G(V) surge entre cadeias ímpares e pares em uma tensão de 0,30V. Os casos de cadeias pares demonstraram para os dispositivos com cadeias de C4, C6 e C8 o efeito de NDR em uma tensão pré-definida em 0,35V  e em 0,40V para C10.  O espectro de transmissão exibe a queda na região de intergração para contribuição da corrente na banda de condução para ambos os sistemas. Os autocanais exibem a baixa formação de canal sobre a região do fio de carbono nas regiões de NDR. Por fim os resultados demonstram a aplicação de dispositivos de Transistor de Efeito de Campo de janela única para sistemas ímpares e de Diodo Túnel para sistemas pares.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2361801 - JORDAN DEL NERO
Interno - 325740 - GERVASIO PROTASIO DOS SANTOS CAVALCANTE
Externo ao Programa - 3445961 - CARLOS ALBERTO BRITO DA SILVA JUNIOR
Externo à Instituição - ALBERTO MONTEIRO GUEDES
Externo à Instituição - ANTONIO THIAGO MADEIRA BEIRAO
Notícia cadastrada em: 29/01/2020 09:21
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba1