Notícias

Banca de DEFESA: HEITOR ALVES BARATA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HEITOR ALVES BARATA
DATA: 31/03/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Centro de Excelência em Eficiência Energética da Amazônia - CEAMAZON (a confirmar)
TÍTULO:

IMPACTO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO COM MASSIVA CONEXÃO DE GERADORES FOTOVOLTAICOS NA ESTABILIDADE DE TENSÃO DE LONGO-PRAZO EM SISTEMAS DE POTÊNCIA


PALAVRAS-CHAVES:

Geração fotovoltaica - Geração Distribuída - Redes de Distribuição Ativas - Estabilidade de Tensão


PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
SUBÁREA: Sistemas Elétricos de Potência
RESUMO:

Este trabalho visa mostrar o impacto de geradores distribuídos fotovoltaicos, conectados diretamente nas redes de distribuição, na estabilidade de tensão de longo prazo usando simulação completa no domínio do tempo. O efeito de diferentes níveis de penetração da geração fotovoltaica é investigado. Também são investigados diferentes modelos de geração distribuída e de carga: 1) Carga e GD representados por modelo ZIP e injeção de potência, respectivamente, na SE de AT; 2) Carga e GD representados por modelo ZIP e equivalente dinâmico, respectivamente, na SE de AT; 3) Carga e GD representados por modelo ZIP e modelo dinâmico, respectivamente, distribuídos ao longo de uma rede de distribuição de MT. Equipamentos como transformadores com comutação de tap sob carga (OLTC, do inglês, “On-Load Tap Changer”), limitadores de sobrecorrente de excitação (OEL, do inglês, “Overexcitation Limiter”), cargas estáticas e autotransformadores reguladores de tensão são levados em consideração nas análises, pois afetam significativamente a estabilidade de tensão de longo prazo. Um dos métodos de análise utilizado para estudos de estabilidade de tensão baseia-se na curva PV (“Power-Voltage”), a qual indica o carregamento máximo do sistema de potência, contribuindo para a visualização da margem de estabilidade do sistema. Além disso, as curvas PV podem ser obtidas para diferentes cenários de crescimento de carga e geração. As investigações são realizadas por meio do uso de software de análise de rede (ANAREDE) e software de análise de transitórios eletromecânicos (ANATEM), desenvolvidos pelo Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (CEPEL). A modelagem estática dos geradores fotovoltaicos é considerada como barras PQ, e a modelagem dinâmica é baseada no modelo PVD1 da WECC (Western Electricity Coordinating Council) implementada via Controle Definido pelo Usuário (CDU) no ANATEM. A proteção mandatória da geração fotovoltaica também é considerada. O sistema de potência estudado é uma junção de um sistema de transmissão de 11 barras com sistemas de distribuição da UKGDS (United Kingdom Generic Distribution System) de 76 barras cada. Os resultados das simulações ilustram o impacto dos sistemas de distribuição UKGDS com massiva conexão de geradores fotovoltaicos na estabilidade de tensão do sistema de transmissão considerando distintas representações e modelos de carga e geração distribuída, diferentes níveis de penetração, além de diferentes perfis de injeção de potência ativa da geração fotovoltaica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1548213 - JOAO PAULO ABREU VIEIRA
Externo à Instituição - TATIANA MARIANO LESSA DE ASSIS
Interno - 326021 - UBIRATAN HOLANDA BEZERRA
Notícia cadastrada em: 19/01/2017 10:45
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2