Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LIDIANE MARIA SIQUEIRA DAVID

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIDIANE MARIA SIQUEIRA DAVID
DATA: 26/11/2021
HORA: 16:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

APROPRIAÇÃO DO ESPAÇO URBANO NA ORLA DE BELÉM, PARÁ: estudo de caso da expansão do modo de produção capitalista no Portal da Amazônia


PALAVRAS-CHAVES:

Apropriação do espaço urbano. Portal da Amazônia. Famílias em auxílio aluguel. Empreendimento Atacadão. Estudo de caso.


PÁGINAS: 83
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
SUBÁREA: Serviço Social Aplicado
RESUMO:

A pesquisa objetiva analisar as diferentes estratégias de apropriação do espaço urbano no Portal da Amazônia em Belém, Pará, à vista de dois sujeitos antagônicos, as famílias em auxílio aluguel e o empreendimento Atacadão. Em face desses dois sujeitos, a fração da classe trabalhadora, representada pelas famílias em auxílio aluguel, e o grande capital, representado por um grande empreendimento do ramo alimentício, o Atacadão, há disputa pela apropriação do espaço urbano reconfigurado, o Portal da Amazônia, por intermédio de diferentes estratégias, as quais se remetem aos métodos ou meios usados para se alcançar ou obter o que se pretende em tempos bruscamente distintos. Para isso, os objetivos especificos da pesquisa se desdobraram em: a) Mapear e caracterizar os processos que configuram e engendram as diferenças nas estratégias de apropriação do espaço urbano entre as famílias em auxílio aluguel e o empreendimento Atacadão; b) Evidenciar diferenças que se apresentam nas estratégias de apropriação do espaço urbano entre as famílias em auxílio aluguel e o empreendimento Atacadão; c) Explicitar como se materializam contradições nas diferentes estratégias de apropriação do espaço urbano entre as famílias em auxílio aluguel e o empreendimento Atacadão. O percurso metodológico advém do referencial científico método Materialismo Histórico e Dialético de Marx e Engels. Esse possibilitará desenvolver o processo investigativo da pesquisa com a perspectiva de analisar a realidade social e suas contradições na sociedade capitalista. A técnica investigativa terá caráter, segundo Prates (2012), quanti-qualitativos, mistos ou multimetodológicos que se constituem na articulação de ambos os tipos de dados. Somando a técnica investigativa, far-se-á o uso da técnica etnográfica para subsidiar o estudo de caso que será desenvolvido na pesquisa tendo como instrumental a observação participante. Considerando o procedimento metodológico fazer-se-à a pesquisa bibliográfica, documental e de campo mediado em consonância com o levantamento e análise dos dados quali-quanti. Assim, a pesquisa bibliográfica vai abranger levantamentos de dissertações disponíveis no Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), como também os disponíveis no Repositório Institucional da Universidade Federal do Pará (RIUFPA), além do mais, pretende-se revisar e aprofundar a temática por intermédio de autores já sinalizados no projeto à saber: Harvey (2011; 2009; 2005), Cardoso (2017), Cruz (2012), Trindade Jr (1993) e entre outros, que possam somar na discussão. A pesquisa documental abarcará levantamentos de documentos oficiais sobre o Programa de Macrodrenagem da Bacia da Estrada Nova (PROMABEN), o Projeto Portal da Amazônia, Relatórios do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Relatórios de Audiências Públicas do Ministério Público Estadual do Pará (MPE/PA) e Ministério Público Federal do Pará (MPF/PA), documentos de embargo do Atacadão, documentos de liberação de funcionamento do Atacadão. A pesquisa empírica se constituirá de pesquisa de campo por meio de entrevistas e aplicação de questionários, semiestruturados, com quatro seguimentos, à saber: 1) moradores assentados e moradores em auxílio aluguel, 2) a comissão da Associação de Moradores, 3) representantes do Poder público municipal (SEURB, SEHAB, PROMABEN) e Legislativo municipal (composto por vereadores favoráveis ao empreendimento e vereadores não favoráveis), 4) representante do Ministério Público.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2995801 - JOVENILDO CARDOSO RODRIGUES
Externo à Instituição - MARIA ELVIRA ROCHA DE SA
Interno - 1152647 - SANDRA HELENA RIBEIRO CRUZ
Presidente - 2275775 - WELSON DE SOUSA CARDOSO
Notícia cadastrada em: 25/11/2021 11:28
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - jatoba.ufpa.br.jatoba2