Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PATRICIO AZEVEDO RIBEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PATRICIO AZEVEDO RIBEIRO
DATA: 29/10/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência por meio da Plataforma Google Meet
TÍTULO:

Movimento Indígena e Quilombola e a Política de Assistência Social no Meio Rural Amazônico


PALAVRAS-CHAVES:

Movimento Social; Povos Indígenas e Quilombolas; Rural Amazônico; Assistência Social.


PÁGINAS: 95
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
SUBÁREA: Serviço Social Aplicado
RESUMO:

Os movimentos sociais no século XXI tem se configurado como grupos fundamentais no que tange à luta social em defesa dos direitos e no enfrentamento à ofensiva neoliberal e conservadora presente na sociabilidade capitalista. Neste projeto, damos destaque a dois movimentos os quais tem se posicionado e construído forças no processo das lutas e resistências em função do que representam no processo sócio-histórico de formação do Brasil e da Amazônia, trata-se dos movimentos indígena e quilombola, sendo-os identificado, cada um, como uma forma de movimento social. A crise estrutural do capital, que avança na atualidade, tem chamado a atenção para a importância desses dois movimentos, haja vista o desmonte e negação de direitos por parte do Estado capitalista e as precárias condições das políticas públicas – e/ou a falta delas – quando direcionadas aos povos indígenas e comunidades quilombolas; bem como, pelas formas de organização desses povos no enfrentamento à indiferença impetrada pelo capitalismo, cujo sistema é sobremaneira desigual, racista, opressor e conservador. Diante disso, este projeto de tese consiste em uma proposta de estudo sobre o movimento social de povos indígenas e quilombolas em relação à defesa e o acesso a direitos, notadamente o direito de acesso às políticas públicas no meio rural amazônico, com destaque à Política de Assistência Social (PAS). A referência empírica pauta-se na realidade dos indígenas e quilombolas que vivem na extensão do Rio Andirá, área rural do município de Barreirinha, Estado do Amazonas. Trata-se de um estudo guiado pelo método do materialismo histórico e dialético. Quanto aos procedimentos metodológicos, a pesquisa é de natureza qualitativa; no primeiro momento, fundamenta-se na revisão bibliográfica e pesquisa exploratória, seguida da pesquisa documental e de campo; como técnicas e instrumentos, pretendem-se utilizar formulários, diários de campo, entrevistas semiestruturadas, registros fotográficos e fonográficos; a análise dos dados seguirá a técnica de análise de conteúdo. Quanto aos resultados espera-se que a partir da análise crítica e reflexiva das evidências teóricas e reais, possa se fazer apreensões acerca do objeto de estudo e, com isso, a construção da tese que ora propomos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LUCIO FERNANDO OLIVER COSTILLA
Presidente - 1152642 - MARIA ANTONIA CARDOSO NASCIMENTO
Externo à Instituição - MARIA MAGELA MAFRA DE ANDRADE RANCIARO
Interno - 6388658 - NADIA SOCORRO FIALHO NASCIMENTO
Interno - 1152647 - SANDRA HELENA RIBEIRO CRUZ
Notícia cadastrada em: 19/10/2020 20:30
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - bacaba.ufpa.br.bacaba2