Notícias

Banca de DEFESA: NAYARA DE NAZARE LOPES DE ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NAYARA DE NAZARE LOPES DE ANDRADE
DATA: 21/10/2019
HORA: 17:00
LOCAL: Sala KP12
TÍTULO:

PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NO MUNICIPIO DE CAMETÁ-PARÁ: UM ESTUDO SOBRE O ACESSO DOS BENEFICIÁRIOS AOS DIREITOS À SAÚDE E AO TRABALHO


PALAVRAS-CHAVES:

Programa de Transferência de Renda. Política Social. Saúde. Trabalho. Amazônia.


PÁGINAS: 168
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
SUBÁREA: Serviço Social Aplicado
RESUMO:

O presente estudo tem por objetivo analisar as repercussões do PBF para o acesso da população beneficiária aos direitos à saúde e ao trabalho, no município de Cametá-Pará, tendo em vista que a saúde integra o conjunto de condicionalidades para permanecia no Programa e o Trabalho constitui-se como uma de suas dimensões/eixos estruturantes. Para tal foi realizada uma pesquisa empírica junto a 2 (dois) CRAS’s (Centro de Referencia de Assistência Social), à Secretaria de Saúde e a Sede do Cadúnico municipal, cujos sujeitos foram 6 (seis) Profissionais que trabalham nas referidas instituições e 20 (vinte) beneficiários do PBF. Trata-se de uma pesquisa quanti-qualitativa, cujos dados foram coletados através de aparatos legais, documentos oficiais e entrevistas com profissionais e beneficiários do PBF, Sob orientação metodológica histórico-dialética, procurou-se superar a aparência do objeto de estudo proposto para, então, apreender a sua essência, problematizando-o tendo por base as contradições próprias da sociedade de classes. Dentre as principais conclusões desta pesquisa, destaca-se que a população beneficiária do PBF residente na área urbana do referido município acessam os serviços de saúde que se constituem como condicionalidades (Avaliação antropométrica, Vacinação, Pré-natal) e não encontram dificuldades para responder a esse requisito, contudo, aqueles que residem em áreas afastadas, a exemplo das regiões rurais /ribeirinhas relatam que conseguem responder a essa condicionalidade, mas enfrentam dificuldades para acessarem aos mesmos serviços de saúde, significando que o acesso à saúde não se dá em igualdade de condições para os/as beneficiários /as do PBF. No que se refere o acesso ao trabalho, este estudo evidenciou que não são desenvolvidas atividades complementares como estratégias do PBF para o enfrentamento da pobreza, assim, a inclusão sócio produtiva, ainda, é um desafio para a política de assistência social, particularmente, no município de Cametá-Pará, onde as ações desenvolvidas pelo SCFV da qual alguns/mas beneficiários/as do PBF participam não têm possibilitado o acesso ao trabalho.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3285740 - ANDREA BITTENCOURT PIRES CHAVES
Interno - 2767692 - ROSELENE DE SOUZA PORTELA
Presidente - 2185200 - VERA LUCIA BATISTA GOMES
Notícia cadastrada em: 18/10/2019 11:22
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - bacaba.ufpa.br.bacaba1