Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: EDUARDA SILVA DE LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDUARDA SILVA DE LIMA
DATA: 25/02/2021
HORA: 08:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

NEPOMORPHA (HETEROPTERA) AQUÁTICOS EM LAGOS DOS LAVRADOS DE RORAIMA


PALAVRAS-CHAVES:

Insetos aquáticos, ecossistemas aquáticos, deficit lineano, deficit walaceano


PÁGINAS: 19
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia Aplicada
RESUMO:

O bioma amazônico é um dos mais ricos e diversos da Terra, principalmente quanto sua fauna, flora e ecossistemas. Os Lavrados de Roraima compõem um desses ecossistemas, possuindo características específicas e incomparáveis. Sua hidrografia é formada por lagos repletos de indivíduos endêmicos e espécies em extinção, cuja heterogeneidade estaria intimamente relacionada à sua vegetação e variáveis limnológicas que circundam o ambiente, o que faz com que algumas das espécies residentes nesse ecossistema sejam diferentes das verificadas em regiões próximas. Dentre os organismos aquáticos mais sensíveis a essas variáveis limnológicas encontram-se os invertebrados, em especial os da classe Insecta, subordem Heteroptera e infraordem Nepomorpha, representantes significativos que participam ativamente na manutenção e equilíbrio de ambientes aquáticos, possuindo morfologia incomum, variabilidade de nichos e alimentação, o que as faz ocupar quase sempre o topo das cadeias tróficas. No entanto, ainda há poucas informações sobre Nepomorpha nos Lavrados de Roraima, o que dificulta ações de conservação e representa risco, uma vez que essa área começa a ser ocupada por pastagens e plantações de soja, explicitando necessidade de sanar os déficits Lineano, Wallaceano e Hutchinsoniano existentes. Assim, objetivou-se avaliar o efeito das variáveis ambientais sobre a estrutura das espécies de Nepomorpha em lagos dos Lavrados do Estado de Roraima, determinando sua abundância, riqueza e composição. Os lagos estudados encontram-se no município de Boa Vista, Roraima, caracterizado como um sistema campestre e savânico. Foram validados para a amostragem 26 lagos e o material fora coletado em agosto de 2015, durante o final do período chuvoso amazônico e no início do período de estiagem. Foram utilizadas redes entomológicas aquáticas durante 30 segundos, repetidos em 10 vezes ao redor do lago, sem espaçamento definido. O material coletado foi encaminhado, na época, para o Laboratório de Citotaxonomia e Insetos Aquáticos do INPA e hoje encontra-se no Laboratório de Insetos Aquáticos do Xingu, onde será identificado por meio de observação de características morfoanatômicas, conforme chaves de identificação da entomofauna aquática amazônica atuais. Além disso, para fazer a caracterização limnológica dos lagos utilizaremos uma Análise de Componentes Principais; para testar o efeito das variáveis sobre a riqueza e abundância utilizaremos uma Regressão Linear Simples; e para relacionar as variáveis ambientais à composição de Nepomorpha usaremos uma Análise de Redundância. Com isso, espera-se reduzir os déficits citados, auxiliando em ações de conservação, além de apresentar uma lista de espécies para os lagos dos Lavrados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2336513 - KARINA DIAS DA SILVA
Interno - 2269267 - THIAGO BERNARDI VIEIRA
Externo ao Programa - 3160975 - LEANDRO SCHLEMMER BRASIL
Externo à Instituição - JOSÉ MAX BARBOSA DE OLIVEIRA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 20/07/2021 09:36
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91)3201-7793 | Copyright © 2006-2023 - UFPA - morango.ufpa.br.morango1