Notícias

Banca de DEFESA: GEISA DE ALMEIDA FONTINELE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEISA DE ALMEIDA FONTINELE
DATA: 26/04/2017
HORA: 10:00
LOCAL: Manaus-AM
TÍTULO:

TEMPERATURA E ATRIBUTOS FÍSICOS E QUÍMICOS DO SOLO DE TERRA FIRME NA RESERVA FLORESTAL ADOLPHO DUCKE, MANAUS-AM.


PALAVRAS-CHAVES:

Amazônia central, latossolo amarelo, Reserva Ducke, Matéria orgânica


PÁGINAS: 56
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências
RESUMO:

O estudo foi realizado em um Latossolo Amarelo de área de terra firme na Amazônia Central, localizada na Reserva Florestal Adolpho Ducke situada no Km 26 da rodovia Manaus-Itacuatiara, no município de Manaus, AM, Brasil. O estudo foi conduzido em três tratamentos: floresta primária (FP), área degradada (AD) com 49 anos e floresta de Capoeira (FC) com 49 anos, para avaliação das seguintes variáveis: carbono (C), matéria orgânica (M.O), nitrogênio (N), sódio (Na), alumínio (Al), cálcio (Ca), magnésio (Mg), potássio (K), fósforo (P), ferro (Fe), zinco (Zn), pH em H2O e pH KCl. Em todos os tratamentos, foram coletadas aleatoriamente amostras compostas de solo, com nove repetições, nas profundidades de 0, 10 e 30 cm, durante os meses de outubro de 2011; janeiro, maio, agosto e novembro de 2012 e janeiro, março e maio de 2013. Com o objetivo de caracterizar o comportamento da matéria orgânica, por meio dos níveis de nutrientes do solo entre área de floresta primária, capoeira (plantio) e área degradada. Os valores médios da temperatura do solo e do ar foram maiores no período de seca sendo 25,9º C na FP e 32,3º C. A velocidade do vento na área do estudo ocorre com intensidade menor que 1 m/s. A resultados meteorológicos comporvam que a distribuição de frequência média mensal da precipitação, umidade e temperatura apresentaram o padrão do regime sazonal característico da região. A baixa acidez encontrado no solo pode ter sido influenciada pela baixa disponibilidade de cálcio, magnésio, potássio e sódio no solo encontrada no solo e pode ter contribuído para um aumento significativo nos teores de alumínio. Os maiores teores para macro e micro-nutrientes e da matéria orgânica, ocorreram nos tratamentos floresta primária e área de manejo florestal, entretanto, nestas áreas apresentaram os maiores teores de matéria orgânica, fósforo, alumínio, ferro e zinco disponível na solução do solo. Com a derrubada da vegetação, a qualidade do o solo, tende a entrar em declínio. Na área degradada o estudo apresentou os menores teores de fósforo, cálcio, potássio e magnésio, alumínio, ferro, sódio e zinco em relação aos tratamentos: floresta primária e área de manejo florestal. No entanto, não houve diferença significativa nas variáveis: pH em água e KCl, cálcio, sódio, potássio e zinco analisadas. Com relação aos teores de matéria orgânica, carbono e nitrogênio, houve diferença significativa entre os tratamentos. Os maiores valores foram verificados na floresta de capoeira, seguida pela floresta primária. A área de manejo florestal apresenta um comportamento mais estável, após quase 50 anos de plantio, as propriedades químicas do solo tiveram um acréscimo, assim como, os estoques de matéria orgânica, carbono e nitrogênio. Portanto, a aplicação de plantio de espécies arbóreas em áreas de pastagem é muito importante para o solo da região, que é considerado frágil e naturalmente com baixa fertilidade, pois contribui com nutrientes essenciais para equilíbrio e manutenção do ecossistema.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 148.723.232-20 - JANDECY CABRAL LEITE - ITEGAM
Externo à Instituição - MÔNICA RODRIGUES DE QUEIROZ
Presidente - 2025599 - RICARDO JORGE AMORIM DE DEUS
Notícia cadastrada em: 24/04/2017 13:09
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - | Copyright © 2006-2022 - UFPA - bacaba.ufpa.br.bacaba1