Notícias

Banca de DEFESA: FRANCISC0 VALDINEI DOS SANTOS ANJOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISC0 VALDINEI DOS SANTOS ANJOS
DATA: 25/06/2014
HORA: 15:30
LOCAL: Sala de Defesa do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pará.
TÍTULO:

O ENTRE-LUGAR E O NÃO LUGAR DA DOCÊNCIA: Representações Sociais de Professores de Dança


PALAVRAS-CHAVES:

 Formação Docente. Dança. Ensino de Dança. Representações Sociais. 


PÁGINAS: 351
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Esta tese é resultante de uma pesquisa que teve como principal objetivo analisar como se constituem as Representações Sociais de egressos do Curso de Licenciatura em Dança da UFPA sobre sua formação docente e as implicações dessas representações para o ensino da dança na Educação Básica. Para tanto, lançou mão de três campos teóricos, a saber: Formação Docente, Dança e Ensino de Dança e Teoria das Representações Sociais. O primeiro campo tomou como base José Contreras, Bernardete Gatti, Henry Giroux e António Nóvoa. O segundo campo teórico é baseado em Ana Mae Barbosa, Izabel Marques, Marcia Strazzacappa. O terceiro campo teórico foi sustentado primordialmente por Serge Moscovici e Denise Jodelet. Trata-se de um estudo qualitativo na perspectiva de Robert Bogdan e Sari Biklen, do tipo exploratório/explicativo baseado em Antônio Joaquim Severino, que adotou como técnicas de produção de dados a História de Vida,    a partir de Belmira Oliveira Bueno o Questionário pela definição de Antonio Chizzotti e a Associação Livre de Palavras sustentado em Denize Cristina Oliveira. A análise dos dados se baseou na técnica de análise de conteúdo categorial na perspectiva de Lauren Bardin e Maria Laura Franco. Os resultados da pesquisa orientados pelos objetivos específicos presentes na tese apontam que em relação ao perfil sócio-demográfico dos professores pesquisados é possível afirmar que trata-se de um grupo de profissionais, na sua maioria mulheres, que vem de uma trajetória construída no campo artístico anterior ao ingresso da Licenciatura em Dança da UFPA. São professores que se forjaram no entrecruzamento entre arte, docência e pesquisa e que até no momento da coleta de dados estavam, na sua maioria, fora das salas de aulas da Educação Básica. No que concerne aos sentidos da dança para os professores foi possível identificar quatro linhas de composição: dança como definição empírica e teórica; dança como diversão para a família e para a escola; Dança como Inclusão Social e Dança como Profissão que agrega elementos da Arte, da Docência e da Pesquisa. No que tange as objetivações e ancoragens foi identificado três marcas figurativas e de produção de imagens e sentidos em relação a Formação Docente. Formação como Identificação pessoal, configurada desde a inserção no campo da dança que se deu, de modo geral, na infância; formação como certificação, reconhecimento e inserção profissional; formação como relação entre teoria e prática a partir das vivências no curso dentro da universidade e no interior das escolas nas quais estagiaram. E por fim, no que se refere a dança na escola e nas políticas públicas foi possível identificar o não lugar da dança e de seu ensino  bem como as implicações para a formação dos alunos da Educação Básica, com destaque para a ausência do conhecimento artístico e da negação do seu papel no processo de formação humana. Diante desses resultados se sustenta a tese de que as Representações sociais dos professores se constituem no entre-lugar gerado do encontro entre arte, docência e pesquisa, envolto pelas experiências construídas antes, durante e depois do Curso de Graduação, atravessadas por contextos sociais variados que ainda reforçam o ensino da dança como uma necessidade secundária na vida do ser humano. Como implicações dessas representações se vislumbram o abalo do não lugar da dança na Educação Básica na media que esses profissionais podem ser percebidos como um campo de forças em construção e capaz de produzir contra discursos em relação ao ensino da dança na Educação Básica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1153621 - IVANY PINTO NASCIMENTO
Interno - 1152903 - LAURA MARIA SILVA ARAUJO ALVES
Interno - 1347712 - SALOMAO ANTONIO MUFARREJ HAGE
Externo à Instituição - JOSEBEL AKEL FARES
Externo à Instituição - LUCY CARLINDA DA ROCHA DE NIEMYER
Notícia cadastrada em: 17/11/2014 10:15
SIGAA | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (91) 3201-7288/7808/7802/7391/7800/2061 | Copyright © 2006-2020 - UFPA - bacaba.ufpa.br.bacaba1